Doria: evento adverso sem relação com vacina foi 'celebrado' por bolsonaristas | O Antagonista

20/01/2022 21:49:00

Centro de Vigilância Epidemiológica da secretaria estadual de Saúde descartou relação com vacina em caso de Lençóis Paulista (SP)

Joao-Doria, Lencois-Paulista

Centro de Vigilância Epidemiológica da secretaria estadual de Saúde descartou relação com vacina em caso de Lençóis Paulista (SP).

Centro de Vigilância Epidemiológica da secretaria estadual de Saúde descartou relação com vacina em caso de Lençóis Paulista (SP)

Reprodução/Governo do Estado de São Paulo/FacebookJoão Doria dissenesta quinta (20)que um evento adverso sem relação com vacina em Lençóis Paulista (SP) foi “celebrado” em redes bolsonaristas.“Essa resposta que vocês vão ter agora é muito importante diante deste fato que foi divulgado em redes bolsonaristas e celebrado por negacionistas e antivacina”,

disse o governador, em coletiva de imprensa em um colégio estadual.O Centro de Vigilância Epidemiológica da Secretaria estadual de Saúde informou ter concluído investigação hoje e descartado evento adverso pós-vacinação em uma criança de 10 anos em Lençóis Paulista.

Consulte Mais informação:
O Antagonista »

A última cartada da campanha de Jair Bolsonaro | Clarissa Oliveira

Retomada do embate entre o presidente e o Judiciário na reta final do primeiro turno é o tema do Giro VEJA Consulte Mais informação >>

E-commerce: pessoas no centro de tudo é o que aponta maior feira de varejoE-commerce Evento discute a relação das marcas com os clientes; elas precisam estar presentes em todas as plataformas que garantirão uma melhor experiência, escreve Andrea Fernandes em coluna de hoje na Bússola

Covid-19: Tremembé realiza vacinação noturna no Centro de Eventos do MaracaiboCovid-19: Tremembé realiza vacinação noturna no Centro de Eventos do Maracaibo BandJornalismo

Cidade paulista investiga se internação de criança tem relação com vacinaA prefeitura de Lençóis Paulista (SP), a 290 km de São Paulo, chefiada pelo prefeito Anderson Prado (DEM), diz que vai investigar se a internação de uma criança de dez anos, que teve parada cardíaca após receber a dose pediátrica da vacina da Pfizer co E lá vamos nós... Está aberta a contagem de casos isolados da vacinação infintil, onde nenhum veículo da grande imprensa vai questionar ou investigar, no máximo vão publicar uma desculpa sem sentido negando a relação como já fazem com os adultos e jovens.🤷🏻‍♀️ Internação gente a criança infartou 4 vezes, ela não passa bem não O prefeito da cidade recebeu uma deputada que tinha pedido para não autorizado vacinas em crianças e será por que o prefeito correu para rede social dizer que ouve reação?

Governo espanhol pede que Djokovic dê exemplo e tome vacinaMelhor tenista da atualidade, Novak Djokovic foi deportado da Austrália após desrespeitar as leis locais e tentar entrar no país sem tomar vacina contra a c...

Zambelli marcha, você paga | O AntagonistaDeputada bolsonarista participará de evento contra o aborto nos Estados Unidos e suas diárias no hotel em Washington serão pagas com dinheiro público Melhor aproveitar mesmo, pois tá acabando... Aguardando o restante da novela do moro tá melhor do que a do Ex-presidiári0 Ridicula

Eleições 2022: Segurança pública e saúde são pautas de pré-candidatosEx-presidente Lula quer reforçar que sempre foi a favor da vacina; Moro discute apoio com MBL... Mas a Band, a Folha, o Estadão, a Veja e o Jornal O Globo só mostram Moro que não tem projeto nenhum para essas áreas.

× Reprodução/Governo do Estado de São Paulo/Facebook João Doria disse nesta quinta (20) que um evento adverso sem relação com vacina em Lençóis Paulista (SP) foi “celebrado” em redes bolsonaristas.Um conteúdo.Vacinação será realizada nesta quinta-feira (20), das 17h às 20h.OMS (Organização Mundial da Saúde) .

“Essa resposta que vocês vão ter agora é muito importante diante deste fato que foi divulgado em redes bolsonaristas e celebrado por negacionistas e antivacina”, disse o governador, em coletiva de imprensa em um colégio estadual. O Centro de Vigilância Epidemiológica da Secretaria estadual de Saúde informou ter concluído investigação hoje e descartado evento adverso pós-vacinação em uma criança de 10 anos em Lençóis Paulista. “Não existe relação causal entre a vacinação e quadro clínico apresentado”, diz nota da secretaria. Confira quais são os grupos que imunizados: Dose adicional 18 anos ou mais (intervalo de 4 meses da 2ª dose) Reforço dose Janssen 18 anos ou mais (61 dias após a 1º dose)  imunossuprimidos de 18 anos ou mais (28 dias após a 1º dose) Segundas doses antecipadas Pfizer  18 anos ou mais (21 dias após a 1º dose)  12 a 17 anos (56 dias após a 1º dose) Segundas doses antecipadas astrazeneca  18 anos ou mais (56 dias após a 1º dose)  Segundas doses coronavac 18 anos ou mais (28 dias após a 1º dose)  Dose adicional imunossuprimidos (intervalo de 28 dias da 2ª dose) Repescagem 1ª dose 12 anos ou mais Veja também. “A análise realizada por mais de 10 especialistas apontou que a criança possuía uma doença congênita rara, desconhecida até então pela família, que desencadeou o quadro clínico. A Secretaria de Estado da Saúde reforça a importância da vacinação e reafirma que todas os imunizantes aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária são seguros e eficazes. Pais ou responsáveis que desejam vacinar seus filhos antes da retomada da aplicação, devem ligar na Central Saúde para realizar agendamento.

” Ontem, o prefeito de Lençóis Paulista, Anderson Prado (DEM), no munícipio depois do que a prefeitura afirmou ter sido uma parada cardíaca. Notícias relacionadas: .