CVM vê conflito de interesse na presença de representante de empregados em discussão de privatização - Economia - Estadão

@EstadaoEconomia CVM vê conflito de interesse na presença de representante de empregados em discussão de privatização

26/09/2020 10:00:00

EstadaoEconomia CVM vê conflito de interesse na presença de representante de empregados em discussão de privatização

Decisão abre um precedente importante que pode orientar a atuação das estatais em processos de venda de controle da empresa

Estadão/Broadcastteve acesso, abre um precedente importante que pode orientar a atuação das estatais em processos de privatização.Leia TambémBlecaute em Brasília deixa 101 mil pontos sem luzO órgão regulador do mercado de capitais já analisou diversas vezes situações de conflito de interesses envolvendo administradores, mas foi a primeira vez que tratou do tema sob a perspectiva do representante dos empregados no conselho de administração e, em especial, em decisões relativas à privatização da companhia ou sua controlada.

Dono de sanduicheria diz que cliente proibiu entrada de entregador em condomínio de luxo por ele ser negro Bolsonaro no desespero: ‘É preciso tirar o PCdoB do governo do Maranhão’ Após Covid-19, Jorge Aragão recebe alta e volta para casa

A CEB, holding que controla a distribuidora, alega que há conflito pelo fato de a privatização afetar o vínculo empregatício, repercutindo de forma direta nos interesses dos empregados e envolvendo discussões sobre relações sindicais. A empresa é uma sociedade de economia mista controlada pelo governo do Distrito Federal.

O colegiado votou na terça-feira, 22, ao analisar um recurso da CEB contra decisão daSuperintendência de Relações com Empresas (SEP)da CVM, que considerou que seria irregular proibir o conselheiro eleito pelos funcionários da holding, Ricardo Bernardo da Silva, de participar de deliberação sobre a venda do controle acionário da subsidiária.

A área técnica da CVM destacou que Silva não seria beneficiário da privatização e que ela não afetaria diretamente os contratos de trabalho da elétrica, uma vez que seus empregados são celetistas. AConsolidação das Leis Trabalhistas (CLT)

 prevê que “a mudança na propriedade ou na estrutura jurídica da empresa não afetará os contratos de trabalho dos respectivos empregados”.Para a superintendência, ao tornar obrigatória a representação dos empregados no conselho de administração das empresas estatais, em 2016, a

Lei das Estataisteria reconhecido “a relevância de várias perspectivas integrarem a formação da vontade social”. No recurso contra a decisão, a CEB disse que o conselheiro poderia adotar medidas para desestabilizar o processo de privatização da subsidiária. A empresa citou vazamento de informações.

Em seu voto, vencedor por maioria, o diretor Henrique Machado lembrou que a Lei das Estatais estendeu a obrigatoriedade da representação dos empregados nos conselhos de estatais federais a todas as estatais. No entanto, é a Lei nº 12.353/2010 que regulamenta essa participação. Ela diz em seu artigo 2º que o representante dos trabalhadores não participará de discussões que envolvam “relações sindicais, remuneração, benefícios e vantagens, inclusive matérias de previdência complementar e assistenciais”.

Meteoro é visto em cidades da Bahia: 'Clarão no céu', diz morador Incêndio atinge o Hospital Federal de Bonsucesso, na Zona Norte do Rio Imposto sobre o Pix? Entenda a ‘pegadinha’ tributária de Paulo Guedes - Mercado - E-Investidor

Embora a lei se dirija a estatais federais, ele entendeu que se aplica à CEB porque o texto foi reproduzido em seu estatuto. Para o diretor, os assuntos listados acima estão sim relacionados à privatização da CEB-D.Ao contrário da interpretação da área técnica, o colegiado entendeu que as privatizações afetam a gestão de recursos humanos e materiais da empresa, motivo pelo qual em geral enfrentam resistência dos empregados. “A questão não se resume apenas à perda de direitos em seu sentido formal, mas implica também uma inegável alteração na forma de gestão da companhia privatizada, com impacto sobre a relação empregatícia”, diz Machado no voto ao qual o Broadcast teve acesso.

O relator apontou ainda que seria possível cogitar a existência de conflito entre o interesse pessoal de Silva e o da companhia, já que a privatização torna facultativa a participação no conselho de representante dos empregados. Segundo Machado, ele seria substituído imediatamente por deixar de ser empregado de uma empresa controlada da CEB.

Consulte Mais informação: Estadão »

Os fatores por trás da popularidade de Jacinda Ardern, reeleita com folga premiê da Nova Zelândia - BBC News Brasil

Partido dela, o Trabalhista, teve vitória eleitoral mais expressiva em décadas; país se destacou na contenção do coronavírus.

Economia Cvm viu conflito no caso temer joesley jbs compra e venda de dolar? Economia É claaaaro que a CVM sempre vai ver conflitos de interesses...

Taxa de desemprego fica em 13,7% na primeira semana de setembro - Economia - EstadãoNúmero significa uma queda em relação aos 14,3% registrados na semana anterior; número de desempregados caiu de 13,7 milhões para 13 milhões, mas IBGE considerou o número 'estável' Economia Só? Inacreditável.... se tivéssemos ficado em casa até hj como alguns queriam essa taxa seria de 50% Economia Economia Queimaram florestas, jogaram óleo no mar, proibiram medicamento, libertaram corruptos e chefes do PCC, destruiram economia, te fizeram perder emprego, inflacionaram o país e ainda declararam 'o povo tem que passar fome'. Alguém tem dúvidas de que é uma luta do bem contra o mal?

Parlamentares pedem que ministro da Educação seja investigado por homofobia - Educação - EstadãoEm entrevista ao Estadão, Milton Ribeiro atribui a homossexualidade de jovens a 'famílias desajustadas' Edu Cada ministro pior que o outro! Edu Admirável mundo novo onde opinião que não agrade a claque, é judicializada. Edu E que se investigue e puna. Essa gente é infeliz e vazia e gasta seu tempo falando mal dos outros.

Hospital lotado em Israel instala leitos para pacientes com covid-19 no estacionamento - Internacional - EstadãoAla foi criada em área construída para servir de refúgio em caso de hostilidades durante o conflito com o Hezbollah em 2006

Aumento de casos de covid-19 na Europa põe em dúvida ritmo de retomada da economia global - Economia - EstadãoPreocupação dos economistas já se reflete no humor do mercado financeiro, com quedas nas Bolsas de todo o mundo nos últimos dias Economia Lá é foda né Economia Põe em dúvida medidas de lockdown Economia Se lá tá assim... só o brasileiro gado que desacredita no Covid porém acredita no ser mais mentiroso do planeta: Bolsonaro

Fatores genéticos e imunológicos podem explicar casos graves de covid-19, mostram estudos - Saúde - EstadãoPresença de anticorpos que boicotam o sistema de defesa do corpo pode levar a uma piora da doença; essa resposta incorreta do organismo está relacionada com alteração em genes COVID Já temos VACINA. NÃO sejam BURROS demais. APLICA-se a VACINA EM 100 PESSOAS e DÁ um BANHO de COVID em TODAS ELAS e se NINGUÉM FICAR DOENTE em 30dias,a VACINA está APROVADA.NOVE mil médicos tomaram VACINA a 2 mêses e ninguém morreu ou tomaram XIXI? NÃO SEJAM BURROS DEMAIS.

James Bond 'verdadeiro' trabalhou na Polônia comunista, apontam arquivos - Cultura - EstadãoJames Albert Bond chegou à Varsóvia em 18 de fevereiro de 1964 e ocupou oficialmente um posto de arquivista na embaixada britânica, indicam documentos do serviço de contraespionagem comunista Cultura XeuleBot Cultura opslima Cultura E…