Crimes apontados pela CPI desafiam Augusto Aras e testam barreiras políticas que blindam Governo

Imputação de nove crimes atribuídos ao presidente ficará nas mãos do procurador, um aliado de Bolsonaro, que pode ser indicado ao STF.

21/10/2021 17:01:00

Denúncias da CPI da Pandemia serão enviadas à PGR, que decide sobre encaminhamento dos casos com foro privilegiado. Uma possível responsabilização do presidente passará, então, pelas mãos do procurador-geral da República, Augusto Aras, aliado de Bolsonaro

Imputação de nove crimes atribuídos ao presidente ficará nas mãos do procurador, um aliado de Bolsonaro, que pode ser indicado ao STF.

e Osmar Terra. Também caberá a ele analisar o caso dos filhos do presidente ―senador Flavio e deputado Eduardo Bolsonaro―, aos quais os senadores atribuíram incitação ao crime.Os demais indiciados pela comissão deverão passar por um caminho semelhante em suas devidas esferas. Membros da alta cúpula do Ministério da Saúde durante o momento mais grave da pandemia, como o

Bolsonaro pede que Time lhe conceda o título de 'personalidade do ano' Por voto popular, Bolsonaro é eleito personalidade do ano na ‘Time’ Supremo minou combate à corrupção no país, diz Sergio Moro em SP | Radar

ex-ministro Eduardo Pazuelloe a secretária da gestão do trabalho da pasta, Mayra Pinheiro, deverão ter seus casos avaliados pelo Ministério Público Federal. A Pazuello são atribuídos os crimes de epidemia com resultado morte, emprego irregular de verbas públicas, prevaricação, comunicação falsa de crime e crimes contra a humanidade.

O advogado Marco Aurélio de Carvalho, coordenador do grupo Prerrogativas e um dos profissionais que deram suporte jurídico aos senadores da CPI, acredita que o relatório está bem embasado e que, na PGR, Aras não teria muita margem para simplesmente arquivar a investigação contra o presidente Bolsonaro. “A CPI reuniu headtopics.com

indícios de autoria e materialidade de delitosde autoridades e pessoas comuns em um relatório sólido, bem construído”, argumenta.O advogado criminalista Thiago Turbay, coordenador adjunto do Instituto Brasileiro de Ciências Criminais, lembra que se os órgãos competentes identificarem casos consistentes e não fizerem nada, estariam praticando crime de prevaricação. Mas, caso não vejam consistência suficiente, podem justificar o arquivamento das investigações. Essas decisões devem passar por uma análise da Justiça, que poderá encaminhar eventuais arquivamentos incorretos ao Conselho do Ministério Público, por exemplo. Tubay pondera, no entanto, que os próximos passos deverão seguir o rigor técnico e não está descartada a possibilidade de anulação de provas caso se verifique que elas foram reunidas

ferindo direitos dos investigados, por exemplo.“O que espero é que o relatório sirva como base para o oferecimento de uma denúncia contra o presidente pelo procurador geral da república e para reforçar os pedidos de impeachment que já estão nos escaninhos da Câmara Federal”, diz Carvalho. O relatório da CPI aponta que o presidente Bolsonaro cometeu crime de responsabilidade e, por isso, será encaminhado também à Câmara dos Deputados, que é o órgão com prerrogativa de abrir um processo de impedimento. A decisão, porém, segue a cargo de outro aliado de Bolsonaro, o presidente da Casa, deputado Arthur Lira (PP-AL). Ele já repetiu várias vezes que não há apoio popular nem votos suficientes para abertura de um processo de impeachment e não sinaliza que poderá mudar de conduta. “Estamos a um ano das eleições, o que ia resolver?”,

questionou, na última semana.Apesar do longo caminho pela frente para uma responsabilização judicial por eventuais crimes cometidos por dezenas de autoridades durante a pandemia, juristas e advogados avaliam que a CPI cumpriu o seu papel ― seja na produção de um documento histórico sobre a tragédia brasileira ou na indicação de caminhos de responsabilização. “Já não acabou em pizza. É preciso ter claro as atribuições de cada órgão. O que uma comissão parlamentar de inquérito faz é investigar e apresentar um relatório com indicações de caminhos de responsabilização. Nós podemos concordar total ou parcialmente com os elementos do relatório, mas não há dúvidas de que ela cumpriu o seu papel”, diz uma das juristas mais respeitadas do Brasil, Deisy Ventura, que coordenou uma

pesquisa que mostra que Bolsonaro executou uma “estratégia institucional de propagação do coronavírus”. Para ela, a CPI desvendou o que aconteceu no país e produziu provas novas sobre vários temas, inclusive a demora na aquisição de vacinas. “Agora cada um tem sua função, e nós vamos ver o que as demais autoridades farão com este relatório”, diz. Os senadores também formam uma frente parlamentar para acompanhar os próximos passos das outras instituições rumo à responsabilização dos supostos autores dos crimes. headtopics.com

Documentos apontam novos indícios da participação da ex-mulher de Bolsonaro na lavagem de dinheiro de rachadinha no gabinete de Carlos Bolsonaro Isaquias Queiroz e Rebeca Andrade são eleitos os melhores atletas do ano - Esportes - Estadão Investigação contra filho '04' de Bolsonaro receberá provas de inquérito das milícias digitais

A CPI indica ainda crimes contra a humanidade que teriam sido cometidos pelo presidente Bolsonaro ao não amparar as comunidades indígenas, pela grave crise sanitária em Manaus e pelo caso Prevent Senior, uma operadora de saúde que teria feito pacientes de cobaias para experimentos com remédios sem eficácia para a covid-19. Os crimes contra a humanidade, que são imprescritíveis, devem ser encaminhados ao

. A corte já foi instada a abrir uma investigação contra o presidente do Brasil por genocídio. Lá, o caminho até que de fato o caso seja analisado é geralmente longo, mas está longe de não trazer resultados.

“Para que Bolsonaro seja julgado em Haia é preciso mostrar a intenção de crime contra a humanidade”,disse ao EL PAÍSo responsável por pedir a prisão de Kadafi quando comandou a promotoria do Tribunal Penal Internacional, Luís Moreno Ocampo, no ano passado. Deisy Ventura lembra que crimes cometidos no Afeganistão levaram anos para que a procuradoria do TPI finalmente fosse autorizada a investigar, o que está ocorrendo neste momento. Esta deve ser a última instância para responsabilizar Bolsonaro. “Se a jurisdição brasileira se omitir diante da investigação desses crimes, ela coloca água no moinho daqueles que dizem que a questão deve ser levada a Haia”, explica Ocampo. “Uma questão só pode ser conhecida pela jurisdição penal internacional quando a jurisdição nacional não teve capacidade ou não quis cumprir o seu dever”, completa.

Consulte Mais informação: EL PAÍS Brasil »

LANCE! no Uruguai: Xico Sá dá 'flagrante' em torcedor rubro-negro que cultiva CANNABIS no Uruguai

Xico Sá em mais um rolê pelo LANCE! conheceu um carioca erradicado no Uruguai desde 2012 que cultiva cannabis de forma descriminalizada.#LANCEnoUruguai #Xic...

Vão ser presos!! ForaAras! Forabolsonaristas! ForaBolsonaroCorruptoeSeuDesgoverno! ImpeachmentDebolsonaroUrgente AvanteCPIdaCovid! PrisãoDeRicardoBarrosPazuelloEbolsonaro! faMILÍCIAnaCadeia! Crimes dos GOVERNADORES que desviaram dinheiro.da Saúde!!! CPI DO CIRCO 🤮 O Brasil tem 5.565 PREFEITOS, 27 GOVERNADORES, 513 DEPUTADOS FEDERAIS, 81 SENADORES, 11 MINISTROS NO STF... nas os abutres oportunistas querem transformar caixões de vítimas inocentes em palanque político contra Bolsonaro?

Aí o PGR cooptada engaveta no mesmo minuto. Jornalismo de bosta... como sempre. de quem são as mãos? Senadores de esquerda poderiam ter vetado o Poste, mas alguns acharam uma boa deixar alguém conivente com corrupção e improbidade administrativa. Agora é tarde para reclamar. DomingosNoguei7 Vai para as maos do passador de pano da República,Aras. 👏👏👏👏 o mesmo que os senadores acabaram de reconduzir ao cargo!! Kkk Essa gente estão cagando para o povo!! Vsf... porra!

El País é só mais um Câncer Comunista que deveria ser extirpado da existência.

PGR vê com sérias reservas as denúncias da CPI contra Bolsonaro | MaquiavelAvaliação preliminar no órgão é que muitos dos crimes a serem imputados ao presidente já foram analisados e arquivados anteriormente Conta uma novidade, isso qualquer um sabe... Engavetamento a vista. Nossa que surpresa O Poste Geral da República iria agir contra o chefinho? E a bocada pro STF? Como ficaria?

Agora vai ser com Augusto Aras, kkkķkkkķk Ou seja, vai engavetar Então n vai da nada Apenas uma solução seria a viável: MANIFESTAÇÕES VULTOSAS nas RUAS. Compartilho convicções cruas quanto ao momento social e político do país; jamais compactuaria com a sordidez da classe política, INCLUINDO os agentes que se dizem de esquerda, mas que não são de fato esquerdistas

Vamos esperar o país ser destruído totalmente? Quando o gás estiver 500,00 reais e o litro da gasolina 20,00 talvez seja o momento de mudar? Eu discordo cabalmente da retórica da preguiça. Não há nada mais a “esperar”, até porque o país está sendo destruído aceleradamente. CHEGA! Vai engavetar! Vou tentar ser mais direito possível: 100% dos integrantes da CPI Covid 19 dissimularam papéis visando interesses pessoais e eleitoreiros. Em NENHUM momento a verdadeira intenção era punir BANDIDOS e ter preocupação social. Quem quiser ficar se iludindo, fique, tem todo direito.

Indiciamento de Flávio Bolsonaro é o combustível da crise na CPI | RadarFilho do presidente, que chamou Calheiros de vagabundo na sessão de 12 de maio, recebeu o 'troco' no relatório final da comissão radaronline Como alguém sai de casa pra votar nisso? Eduardo Bolsonaro, Carlos Bolsonaro Flávio Bolsonaro são iguais ao pai. Sempre envolvidos com besteiras e bandidagem. Existe algum trabalho ou projeto para o bem da sociedade aprovado por algum desses parasitas? radaronline Feliz agora com isso no prato? radaronline Esse daí é miliciano e corrupto e ele ainda vem dizer que é uma vergonha o quer a CPI da covid19, expôs as pessoas falar sobre os seus endes querido, vergonha é o teu pai que fica esnobando essa doença de gripezinha.

CPI ameniza relatório contra Bolsonaro - ISTOÉ IndependenteA cúpula da CPI decidiu nesta terça-feira (19) amenizar o relatório contra Bolsonaro e retirar do documento o indiciamento do presidente Jair Bolsonaro pela prática de crime de genocídio de indígenas e homicídio qualificado. O documento será lido na sessão da comissão marcada para esta quarta-feira (20). A decisão foi tomada durante um jantar na […] Com Genocídio ou sem Genocídio se depender de Arthur Lira e Augusto Aras o destino é o mesmo ArasPoste ArthurLiraCumplice G7 vendido? Olha o que espera os brasileiros se o Brasil continuar nessa pegada dos socialistas: (Troque o “Fidel” pelo “Lula”)

Senadores da CPI retiram acusações contra Bolsonaro, Flávio e Malafaia de relatórioNo caso do presidente, os crimes de genocídio contra a população indígena e homicídio não constarão no documento Nada de novo. A política nacional se tornou um verdadeiro picadeiro para o mundo! E nós, pobres brasileiros, ficamos à mercê do que, teoricamente, seria a única possibilidade de melhorias. Pizza que chama, ne?

Jair Bolsonaro é citado 80 vezes no relatório final da CPI | RadarPresidente da República é citado como um dos principais responsáveis pela tragédia que provocou mais de 600.000 mortes no país radaronline Só 80 vezes. Ele fez o caos no país com a pandemia radaronline Por que será né? radaronline Ah vá. Agora, conta uma novidade.

Entenda os 9 crimes que a CPI da Covid atribui a Jair BolsonaroRelatório final da comissão deve apontar que Bolsonaro responda por crimes como charlatanismo, epidemia com morte e fraude de documentos. Tudo factóide. 1° ter nascido. Fim. tem que ser preso já!!!!