Covid-19: Número de mortes diárias é inferior a mil por 2 meses seguidos

Média móvel de mortes por Covid tem redução de 27% em comparação com duas semanas atrás

20/10/2021 01:56:00

Média móvel de mortes por Covid tem redução de 27% em comparação com duas semanas atrás

Última vez que mais de mil brasileiros foram vítimas da doença foi em 18 de agosto; confira levantamento feito por VEJA

Matheus Deccache19 out 2021, 19h40Adultos e jovens acima de 18 anos já tomaram a primeira dose da vacina contra a Covid-19 - Twitter/ReproduçãoPublicidadePublicidadeCom 390 mortes registradas por Covid-19 nesta terça-feira, 19, o Brasil completa dois meses consecutivos em que o número de óbitos diários causados pela doença é inferior a mil: esta é a primeira vez que este intervalo é alcançado em 2021. A última vez que o número esteve acima de mil foi em 18 de agosto — na ocasião, o novo coronavírus causou a morte de 1.064 brasileiros.

Documentos apontam novos indícios da participação da ex-mulher de Bolsonaro na lavagem de dinheiro de rachadinha no gabinete de Carlos Bolsonaro Por voto popular, Bolsonaro é eleito personalidade do ano na ‘Time’ Supremo minou combate à corrupção no país, diz Sergio Moro em SP | Radar

Desse modo, a média móvel de mortes chegou a 351,0 — uma diminuição de mais de 27% em relação há duas semanas — e atingiu o 13º dia consecutivo em diminuição. Seguindo a mesma tendência, a média móvel de novos casos também segue em constante diminuição desde 12 de outubro: com 12.969 diagnósticos registrados nesta terça, o índice reduziu 36,2% em relação há 14 dias e atingiu a marca de 10.683,1 infectados diariamente pela Covid-19, segundo levantamento feito por VEJA.

O cálculo de médias móveis feito pelo levantamento de VEJA consiste em somar todos os registros dos últimos sete dias e dividir o total por sete. Assim, é possível ter uma visão ampla do atual momento da pandemia. Os gráficos ao final da matéria mostram a evolução diária da média móvel no Brasil, nas cinco regiões geográficas, nos 26 estados da Federação (mais o Distrito Federal) e nas 27 capitais do país. headtopics.com

Com 12.969 novos casos e 390 mortes, o Brasil chega a Consulte Mais informação: VEJA »

A mulher que decidiu aprender a ler aos 104 anos - BBC News Brasil

“Sempre quis ser professora, mas como não fui à escola, isso nunca aconteceu”, lamenta Kuttiyama, do Estado indiano de Kerala.

STF_oficial quem é que vai dizer que está fazendo fake News. Postagens quase simultâneas.

Vítimas do negacionismo: as mortes causadas pela desinformação na pandemia da Covid-19Vítimas do negacionismo: série do g1 mostrará vítimas das fake news no Brasil. Mortes causadas pela desinformação na pandemia da Covid fakenews É triste ver que tem gente que só aprendeu da pior maneira.

Covid-19 deixa mais de 12 mil crianças órfãs no BrasilEstudo feito em cartórios brasileiros mostrou que a doença tirou o pai ou a mãe de muitas crianças de até seis anos de idade. Recordar é viver. Notícia de 2016. Sugestão de correção do título: 'Demonização de tratamento contra o Covid-19 deixa mais de 12 mil crianças de até 6 anos órfãs no Brasil.'

Estudo: Proteína pode prever gravidade da Covid-19Biomarcador é capaz de revelar a saúde dos pulmões, que é determinante para entender se um caso de Covid-19 será leve ou grave

Covid-19: Média móvel de mortes completa uma semana abaixo de 400Índice chegou a 321,7 nesta segunda e é 35,6% menor em relação há duas semanas; confira levantamento feito por VEJA

Brasil atinge 104,3 milhões de pessoas totalmente imunizadas contra a covid-19 - Saúde - EstadãoNúmero de habitantes que receberam ao menos uma dose de vacina é de 151,4 milhões, de acordo com o consórcio de veículos de imprensa 'totalmente imunizadas'. Isso pra mim é fake news. Boa agora ja pode tirar a merda do passaporte chega de tirar a liberdade do povo Imunizadas? Esses imunizantes não evitam o contágio, nem a transmissão, e pessoas continuam morrendo mesmo após a cobertura vacinal.Para que eles servem realmente Vocês tentam esconder a verdade do povo, mas tudo será revelado e os culpados punidos.A Internet não perdoa, GRAVA!

Colin Powell, ex-secretário de Estado dos EUA, morre de Covid-19General foi o primeiro negro a liderar a diplomacia dos Estados Unidos após ser nomeado pelo presidente George W. Bush George W. Bush era um cara bem inclusivo, colocou Powel e a Condoleezza Condi em alguns dos principais cargos da Casa Branca ~diplomacia Que tragédia, era um grande homem