Contra coronavírus, Crivella anuncia abrigos para moradores de rua e hospital de campanha - Brasil - Estadão

21/03/2020 19:50:00

Contra coronavírus, Crivella anuncia abrigos para moradores de rua e hospital de campanha

Contra coronavírus, Crivella anuncia abrigos para moradores de rua e hospital de campanha

Hospital funcionará no Riocentro e deve ficar pronto em 30 dias; local terá 500 leitos e também heliponto para receber casos graves

, que serão publicadas em um decreto ainda hoje. Entre as decisões estão a disponibilização de três grandes abrigos para moradores de rua, com banho, café e monitoramento para evitar que essa população se contamine ou dissemine a doença, e hotéis para abrigar idosos que não possam ficar com suas famílias.

"Estamos conversando com hotéis, principalmente perto de comunidades, para que os idosos que moram com muita gente ou não tenham quem cuide fiquem protegidos" , disse durante coletiva por uma rede social.Os abrigos para a população de rua serão instalados em Honório Gurgel, Centro da cidade (Sambódromo) e em Santo Cristo. Soldados serão solicitados ao Ministério da Defesa para conscientizar os idosos que ainda insistem em se expor pelas ruas da cidade.

Consulte Mais informação:
Estadão 🗞️ »

A corrida de Lula contra o relógio por um bom acordo para o futuro governo | Clarissa Oliveira

Reta final das negociações da PEC no Senado e nova aparição de Bolsonaro são temas do Giro VEJA desta segunda-feira Consulte Mais informação >>

Quero ver depois que passar o corona vírus se ainda haverá preocupação com os moradores de rua! Até que enfim deu uma dentro, Crivella! Ajuda nós aí, meu Rio é muito bonito para ser destruído. Faça diferente do (des)governador, que não passa de um oportunista que nem tantos outros. Primeira vez que vemos um resquício de humanidade no pastor. Tomaras que mais prefeitos e governadores tenha compaixão das pessoas. Do presidente, a gente não espera nada. Nunca trabalhou, não vai ser agora que o fará.

Droga usada para malária tem resultado positivo contra coronavírus - Saúde - EstadãoTrump defendeu nesta quinta que EUA comecem a adotar o tratamento, mas FDA informou que ainda vai fazer testes clínicos Que deus lhes ajude os cientistas urgente. Cientistas são muito phodas!!!! Que benção !

Trump e Boris Johnson 'disputam' anúncio de remédio contra coronavírus - Internacional - EstadãoLíderes de Estados Unidos e Reino Unido querem sair na frente para anunciar como conter a pandemia do coronavírus Inter não são só eles…Alemanha tem uma empresa que tava na frente e quase foi comprada pelos americanos hahaha - jornalismo mequetrefe a gente vê por aqui Inter Que venha o remédio, qualquer que seja o arauto. Inter Se juntar os dois não dá metade.

No pior cenário, governo quer mais 20 mil leitos contra novo coronavírus - Saúde - EstadãoNo pior cenário, governo quer mais 20 mil leitos contra novo coronavírus - via EstadaoSaoPaulo

#FiqueEmCasa: Campanha de CartaCapital pede união contra coronavírus - CartaCapitalArtistas, políticos e intelectuais participam de vídeo e pedem o empenho de todos na prevenção contra a pandemia

Frota apresenta pedido de impeachment contra BolsonaroO deputado, que participou ativamente na campanha presidencial, apresentou seis crimes contra o presidente 🤣😂🤣😂 apresenta 90 pedidos ,,,vai tentando .... ForaBolsonaroMiliciano Não é o herói que merecemos, é o herói que precisamos.

Contra pandemia, São Paulo põe CTs e Morumbi à disposição do GovernoClube divulga carta assinada pelo presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, e endereçada ao secretário estadual de saúde de São Paulo 👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻 👋👋👋👋👋 Que orgulho do meu time 😍🇾🇪

novo coronavírus , que serão publicadas em um decreto ainda hoje.malária , e a hidroxicloroquina, um derivado menos tóxico da droga.Boris Johnson , entraram nesta quinta-feira, 19, em uma disputa para tentar anunciar primeiro um remédio para combater o coronavírus.Ministério da Saúde e do gabinete de crise instalado no Planalto.

Entre as decisões estão a disponibilização de três grandes abrigos para moradores de rua, com banho, café e monitoramento para evitar que essa população se contamine ou dissemine a doença, e hotéis para abrigar idosos que não possam ficar com suas famílias. "Estamos conversando com hotéis, principalmente perto de comunidades, para que os idosos que moram com muita gente ou não tenham quem cuide fiquem protegidos" , disse durante coletiva por uma rede social. E foi observada uma melhora em pacientes que receberam cloroquina nos dois países asiáticos. Os abrigos para a população de rua serão instalados em Honório Gurgel, Centro da cidade (Sambódromo) e em Santo Cristo. Trump destacou o uso de um tratamento com cloroquina - substância usada contra a malária - em pacientes com coronavírus. Soldados serão solicitados ao Ministério da Defesa para conscientizar os idosos que ainda insistem em se expor pelas ruas da cidade. Houve melhora na febre, nas imagens do pulmão e eles precisaram de menos tempo para se recuperar do que grupos que não receberam a medicação. "Se as medidas tomadas forem eficientes e justas, poderemos diminuir  a duração da crise", declarou.540 leitos, que são a soma do previsto até aqui pelo governo Bolsonaro e o já instalado pelos governadores.

 "Eles (idosos) continuam circulando e isso e muito perigoso, é preciso ficar em casa".  O primeiro grupo teve uma redução da carga viral após 6 dias, e o segundo houve eliminação do vírus.500 pessoas. Hospital de campanha O prefeito informou que em 30 dias o Riocentro, área na zona oeste que costuma abrigar grandes eventos, estará pronta para receber um hospital de campanha do Exército com 500 leitos, inclusive com heliponto para receber casos graves.  O local terá 100 leitos próprios para UTI. Diante dos resultados da cloroquina, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump , se precipitou nesta quinta-feira, 19, em dizer que a droga tem o potencial de “virar o jogo” do coronavírus. Os casos da pandemia subiram de 89 para 94 na cidade do Rio, com grande concentração nas zonas sul e oeste, lugares onde existe uma grande população de idosos. Não ficou claro quanto tempo o FDA levaria para elaborar esse estudo.  A partir de segunda-feira, 23, será iniciada a vacinação de idosos contra gripe, que além da rede municipal de saúde contará um sistema de"drive thru", no qual o cidadão poderá receber a vacina de dentro do seu próprio veículo. O diretor da agência, Stephen Hahn, porém, que estava ao lado de Trump, foi mais contido.411 respiradores, equipamento tido como essencial para tratar casos graves da síndrome respiratória.

Outra medida destacada por Crivella é a determinação pela Prefeitura para que todos os supermercados da cidade tenham pelo menos um telefone para entrega em domicílio."O melhor remédio é ficar em casa", disse Crivella. Como é uma droga que já tem outro uso aprovado, o cronograma de testes clínicos seria mais simples, o que poderia levar a uma aprovação de uso mais rápida do que testar uma droga nova do zero. Hahn afirmou ainda que, embora a FDA esteja disposta a"remover todos os obstáculos" para acelerar o processo, também tem a"responsabilidade" de"garantir que os produtos sejam seguros e eficazes". O  prefeito disse também que a Prefeitura está preocupada com a situação financeira dos 10 mil ambulantes formais e motoristas de táxis e aplicativos, e afirmou que está sendo estudada a concessão de cestas básicas para essas categorias e  acesso aos restaurantes populares da Prefeitura em alguns bairros. Ele fez um apelo para que táxis e motoristas de aplicativos tenham o cuidado de não levar muitas pessoas ao mesmo tempo. Queremos fazer isso com um ensaio clínico, um grande ensaio clínico pragmático para realmente coletar essas informações e responder a essa pergunta”, afirmou Hahn. Crivella reforçou que todos os eventos da cidade devem ser remarcados, e não cancelados, para evitar maiores prejuízos, e que as feiras livres, muito comuns na cidade, continuarão a ser realizadas, mas com intervalos maiores, de 15 em 15 dias. Em seu país, o vírus já deixou 144 mortos e contaminou 3. Algumas opções estão sendo traçadas.

O prefeito anunciou que após uma"suspensão punitiva" de 24h, permitiu a volta dos  BRTs (ônibus que usam uma faixa especial), mas que a determinação de que só transportem passageiros sentados contínua, e voltará a suspender o transporte se for necessário. Ao longo dos anos, a cloroquina passou a ser menos usada porque o Plasmodium falciparum , um dos causadores da malária, desenvolveu uma resistência à droga. .