Arquivoelpais, Dietas, Psicologia, Nutrição, Cuidado Corporal, Estilo Vida, Saúde, Ciência

Arquivoelpais, Dietas

Conselhos para acabar com o “tenho fome o tempo todo”

Primeiro: não compre todos os inibidores da farmácia

27/02/2020 14:50:00

A quinta pós-Carnaval é para muitos o dia do 'hoje eu começo a dieta'. Aqui um lembrete para não repetir erros. Responder à pergunta por que você está comendo é o primeiro passo arquivoelpais

Primeiro: não compre todos os inibidores da farmácia

A fome está em sua cabeça (e mais)Por dezenas de fatores. “O apetite é influenciado por complicados sistemas neuro-hormonais localizados a nível cerebral, que envolvem o sistema periférico autônomo – o que regula os órgãos e o equilíbrio interno do organismo – e também o plano gastrointestinal”, diz

Coronavírus: pandemia leva número recorde de fumantes a largar o cigarro no Reino Unido UFMG cria método inédito para diagnosticar Covid-19 e outras doenças virais com uso de inteligência artificial Uso de radiação nos pulmões de pacientes com Covid-19 pode acelerar recuperação, diz estudo

Javier Tejedor,professor de Alimentação na Universidade Internacional de La Rioja e especialista em Nutrição.Em outras palavras: com o estômago vazio, o corpo nos exige uma ingestão de calorias para recuperar energia. Pura lógica. Mas, além disso, outros estímulos externos influenciam na sensação de fome como o cheiro e o aspecto dos alimentos, fatores patológicos relacionados aos distúrbios alimentares, o aspecto emocional e até o clima e as características de cada sociedade.

É uma questão de múltiplos fatores que se organiza em torno de três tipos de apetites, segundo a nutricionista do Gabinete MenjaSa Rosa María Espinosa: “Por um lado, o físico, o do ‘preciso comer para viver’; por outro, o emocional, o que se revela quando aprendemos a acalmar as emoções comendo e, por último, o do paladar, aquele que nos empurra a determinados alimentos quando ficamos muito tempo sem comer”.

Por isso, e como afirma a pesquisa da Universidade de Sheffield, não se mata a fome somente comendo. Em seu estudo, o doutor Bernard Corfe examinou os resultados de 462 análises sobre o apetite, constatando que mais da metade não encontrou nenhuma conexão entre a ingestão de alimentos e o desaparecimento do apetite e que somente 6% estabeleceu uma relação direta entre as duas variáveis.

Em uma linha semelhante, o Conselho Europeu de Informação sobre a Alimentação também afirma que o fato de se ter fome é motivado por outras condicionantes como o cansaço e o nível de estresse e ansiedade.Se todos esses fatores não estiverem envolvidos, somente o fisiológico seria o fio condutor: ingerimos calorias, os hormônios do estômago e dos tecidos adiposos – como a grelina e a leptina – informam ao sistema nervoso que estamos comendo e ele entende que o corpo recarregou as baterias, indicando-lhe que já não deve comer mais. Fim. Mas esse processo, como foi visto, não basta para explicar por que sempre temos espaço para a sobremesa.

Os inibidores realmente inibem?Regular. Bernard Corfe afirma que “a indústria alimentícia está cheia de produtos comercializados baseados nessas propriedades, prometendo saciar o apetite, mas não asseguram em nenhum caso uma ingestão menor de calorias”. Porque, pela complexidade do processo, todos esses complementos parecem não ter avais suficientes.

“De nada serve confiar nesses produtos se não trabalhamos nossa relação com a comida e nosso corpo”, diz Espinosa: “Se sabemos que o apetite é condicional e não fisiológico, é preciso trabalhá-lo desse ponto de vista; todo o resto será provisório e não atacará a raiz do problema”.

A misteriosa estrela que 'sobreviveu' a supernova e foi descoberta por cientistas brasileiros Mark Ruffalo escreve para garoto que passou por cirurgia após salvar irmã de ataque de cachorro - Emais - Estadão Odair cita desgaste do Fluminense e diz: 'Se tivéssemos mais condições de treinamento, não perderíamos'

Na mesma linha, a especialista de Endocrinologia do Hospital Universitário Quirónsalud de Madri Iris de Luna também defende a modificação da relação com a comida: “Somos mediterrâneos e, por nossa cultura, não nos encontramos para correr e sim para comer uma paella, ligando as emoções à ingestão”. E vai além, reivindicando a educação desde a infância, desligando o conceito de recompensa da comida, por exemplo, os chocolatinhos. “A criança deve ser premiada com carinho, não com um bolo; esse é o caminho para configurar uma relação saudável com a alimentação”.

O professor Javier Tejedor aconselha a “não utilizar produtos farmacológicos, mesmo que sejam propagandeados como ‘naturais’ sem o conselho de um especialista, que marcará a dose e as situações para incorporá-los”. Agindo dessa forma talvez observemos efeitos a curto prazo, mas “nos exporemos a riscos que devem ser avaliados por um profissional”, afirma.

“Não existem comprimidos e infusões mágicas. Não se trata de fazer isso para eliminar o outro, como se o complemento fosse o remédio”, explica a endocrinologista Diana Boj, que afirma que esses produtos podem ter certo efeito, mas, como o apetite é algo de múltiplos fatores, jamais será a solução definitiva para diminuí-lo.

Mas o que fazer então? “Está provado que a fibra, por exemplo, tem efeitos de saciedade”, diz, “de modo que os produtos que as utilizarem também o serão de alguma forma. Mas jamais no mesmo grau para todos, nem com o mesmo efeito e efetividade”. Por isso, ela defende também o comer sempre racionalmente, sem sucumbir aos sentidos.

Comer e coçar é só começarO ditado ainda não apareceu e, nesse assunto, é fundamental ressaltá-lo: comer e coçar é só começar. Por isso é conveniente se perguntar antes de começar se realmente temos fome ou não. “Pode não ser apetite, mas contrariedade, ansiedade... Na cultura do imediatismo, ser consciente de qual é nossa relação com a comida é crucial”, afirma Iris de Luna, que também alude à complexidade da questão: “Devemos tomar como base o ajuste entre o que comemos e o que consumimos, além de criar uma dieta equilibrada combinada com exercício”.

E, realmente, é possível controlar o apetite? Boas notícias: é possível. Pelo menos podemos tentar. Junto com a conhecida fuga das beliscadas fora de outra existem outras técnicas úteis como, por exemplo, manter níveis corretos de hidratação.

Casos e mortes por coronavírus no Brasil em 16 de julho, segundo consórcio de veículos de imprensa (atualização das 8h) Guedes vê exageros em críticas à política ambiental e diz que Brasil é vítima de politização - Economia - Estadão 'Brasil, que já foi exemplo em meio ambiente, voltou a ser pária internacional', diz Armínio Fraga - Economia - Estadão Consulte Mais informação: EL PAÍS Brasil »

ArloStuff is that you? making an appearance on a Spanish newspaper write in Portuguese?

Tempo Real LANCE! -THE CHAAAAAAAAAAAAMPIONSSSSSSSSSSSSSSSSSS! 🎵 A sscnapoli recebe o FCBarcelona no Estádio San Paolo no jogo de ida das oitavas de finais da Champions League! NAPBAR NapoliBarca UCL ACOMPANHE EM TEMPO REAL ➡️

Tempo Real LANCE! -THE CHAAAAAAAAAAAMPIOOOOOOONSSSSSSSS! 🎵 O ChelseaFC recebe o FCBayern em Londres no jogo de ida das oitavas da Champions League! CHEBAY UCL ACOMPANHE EM TEMPO REAL ➡️ ChelseaFC FCBayern AssinaYaya

Tempo Real LANCE! -8'/2T - 0x2: MEU DEUS! DOIS GOLS SEGUIDOS DO FCBayern! GNABRY FAZ DOIS E DEIXA O BAYERN EM ÓTIMA SITUAÇÃO! lancenet CHEBAY UCL ACOMPANHE EM TEMPO REAL ➡️ FCBayern arnoldcrf10 kkkkk

Tempo Real LANCE! -Aqui o usuário é direcionado para a página de tempo real do LANCE, com a cobertura ao vivo de jogos, clubes e mercado da bola.

Tempo Real LANCE! -TEMPO REAL: Com viniciusjr titular, realmadrid recebe o ManCity pelo jogo de ida das oitavas de final da ChampionsLeague. ➡️ lancenet viniciusjr realmadrid ManCity ChampionsLeague Neguebinha x G jesus viniciusjr realmadrid ManCity ChampionsLeague Gabriel jejum é titular? ManCity e ainda tem gente que quer comparar com o gabigol, um fracassou na Europa, o outro fazendo gol em mata mata contra o Real Madrid

Tempo Real LANCE! -SIGA: motocluboficial recebe o FluminenseFC em jogo valido pela primeira fase da CopadoBrasil! lancenet MOTxFLU ACOMPANHE EM TEMPO REAL ➡️