Condomínio onde motoboy sofreu ofensas racistas coloca faixa de repúdio contra morador: 'Não compactuam'

Condomínio coloca faixa de repúdio a agressor de entregador: 'Moradores não compactuam' #G1

10/08/2020 20:45:00

Condomínio coloca faixa de repúdio a agressor de entregador: 'Moradores não compactuam' G1

Matheus Pires Barbosa afirmou que homem agiu de modo 'selvagem'. Caso ficou conhecido no Brasil após vídeo com os xingamentos viralizar na internet.

O condomínio de casas Vila Bela Vista, em Valinhos (SP), onde um motoboy sofreu ofensas racistas e foi humilhado por um morador, se manifestou em repúdio a atitude. Após a situação ganhar repercussão em todo o Brasil, a administração do local pendurou uma faixa ao lado da portaria para deixar claro que não compactua com a atitude do seu condômino. O caso aconteceu no dia 31 de julho, mas veio a tona na última sexta-feira (7), quando o vídeo com os xingamentos viralizou na internet. Assista acima.

A atuação do deputado Jair - Opinião - Estadão Após alta lotação nas praias, casos de coronavírus voltam a subir na Baixada Santista - Saúde - Estadão Flamengo vacila na altitude e leva 5 a 0 do Independiente Del Valle - Esportes - Estadão

A faixa foi colocada após a situação gerar revolta e muitas pessoas passarem em frente a portaria gritando contra o morador. A administração solicitou que uma viatura da Polícia Militar fizesse um monitoramento na área. No sábado (8), motoboys da região de Campinas (SP) fizeram uma manifestação pacífica em frente ao local, com um buzinaço. O condomínio fica no bairro Chácaras Silvania.

"O condomínio Vila Bela Vista vem a público repudiar o ato de discriminação ocorrido em sua área comum. Neste ato, informamos que o corpo diretivo e seus moradores não compactuam com a atitude do cidadão em questão", diz o texto da faixa.

Condomínio colocou faixa de repúdio contra ofensas racistas — Foto: Reprodução/EPTVEm entrevista ao Fantástico, o entregador de aplicativos de serviços de alimentação Matheus Pires Barbosa detalhou a discussão e as ofensas sofridas pelo morador. O profissional afirmou que, em outra oportunidade, o homem já havia sido grosseiro por ele não ter achado o endereço da residência. Desta vez, o problema aconteceu porque Barbosa pediu para ele buscar a encomenda direto na portaria.

"Ele agiu de um modo selvagem. Ele falou que eu tinha obrigação de ir até a casa, aí eu fiz uma brincadeira com ele, disse que agora eu sabia porque ele era meio mal falado entre os motoboys. Aí ele já começou a me ofender, disse que eu não tinha direito de falar isso pra ele, fez uma expressão se fazendo de macaco. Quando ele falou que eu era preto, eu percebi que ele tinha cometido um crime", afirmou o entregador.

Histórico de confusão e processoO morador, Mateus Almeida Prado, já se envolveu em outra confusão no mesmo condomínio há dois anos. Um vídeo mostra o momento em que ele destrói o carro de uma vizinha. Ela disse que, depois do episódio, se mudou porque ficou com medo do rapaz.

"Ele vai ser processado criminalmente e vai ser processado civilmente pelo dano que causou ao nosso cliente", disse o advogado do motoboy, Márcio Santos Abreu. Nesta segunda-feira (10), a Polícia Civil de Valinhos vai ouvir o depoimento do entregador. O caso foi registrado como injúria racial.

Fumaça das queimadas chega a SP e pode causar 'chuva negra' - São Paulo - Estadão Banco do Brasil e Caixa Econômica, no meu governo, não se cogita privatização, diz Bolsonaro - Economia - Estadão Como temporada agitada deve levar ao uso de letras gregas para nomear furacões

DefesaO pai do agressor alegou que o filho sofre de esquizofrenia. Na delegacia, ele apresentou um atestado médico de tratamento. O homem disse que "Mateus recebeu educação para tratar com respeito o próximo, independente de classe social, credo ou raça. Valores que lhe foram furtados pela esquizofrenia". A nota da família ainda pede desculpas ao motoboy e todos os trabalhadores que se sentiram atingidos com o episódio.

De acordo com o psiquiatra da USP Paulo Clemente Sallet, o comportamento do morador precisaria de investigação mais detalhada, mas afirmou que, no vídeo, ele não parecia estar em surto psicótico."Aparentemente, no fragmento apresentado, esse rapaz não estava em surto psicótico. Ele tinha capacidade mental, cognitiva e de autocontrole, que é demonstrado nas atitudes que ele tem no vídeo. Pela expressão verbal, pelos gestos e pela atitude que se vê no vídeo, eu afirmaria que esse rapaz no momento da agressão não parecia estar numa crise psicótica", disse Sallet.

Motoboy sofreu ofensas raciais em Valinhos — Foto: Reprodução/EPTVVaquinha e exclusão de appInternautas se mobilizaram para criar uma "vaquinha" on-line e ajudar o entregador. Na manhã desta segunda, o valor arrecado já estava em R$ 151.715, ultrapassando a meta de R$ 150 mil. Segundo os organizadores, o objetivo é auxiliar na compra de uma casa e nos investimentos dos estudos futuros. Por conta do episódio, o motoboy ficou conhecido na internet e já está com 2 milhões de seguidores no Instagram.

O aplicativo de entrega de comida IFood se pronunciou sobre o caso e confirmou, em nota, que o usuário será excluído da plataforma de pedidos."Baseados nos termos de uso do aplicativo, o IFood descadastrou o usuário agressor da plataforma. A empresa está em contato para oferecer ao entregador apoio jurídico e psicológico", diz a empresa ao mencionar que censura preconceito ou discriminação.

O casoUm vídeo mostra o momento em que o homem ofende o profissional e diz que ele tem "inveja disso aqui", apontando para a própria pele.Durante a discussão, o rapaz ainda ofendeu o entregador, o chamando de "semianalfabeto"; repete que ele tem inveja da vida que as pessoas que moram no condomínio dele têm; e diz que o profissional não tem onde morar nem "nunca vai ter" nada do que ele estava mencionando. O vídeo foi gravado por um vizinho.

"Eu falei pra ele que ele não podia fazer mais isso porque ninguém gostava desse tipo de atitude. O que ele faz é pra se mostrar superior as pessoas. Teve um momento que ele cuspiu em mim, jogou a nota no chão e disse que eu era lixo. Na frente da polícia, ele continuou com as agressões, me chamou de favelado", contou Matheus Pires Barbosa.

Fachin determina que Força Nacional saia de municípios da Bahia - Política - Estadão 'Precisamos de sistemas que coloquem o homem em primeiro lugar', diz criadora da Economia Donut - Economia - Estadão Biden diz que decisão de Trump de minimizar pandemia é 'quase um crime' - Internacional - Estadão

Caso de racismo com entregador de aplicativo em Valinhos, no interior de São Paulo — Foto: Montagem/G1 Consulte Mais informação: G1 »

Carro voador turco levanta voo a 10 metros de altura; assista

Empresa desenvolvedora do veículo, chamado de Cezeri, disse que levará 15 anos para que os primeiros veículos do tipo se tornem uma realidade nos céus da Turquia.

Se não compactuasse já tinha levado para a assembleia o comportamento antisocial daquela peste. Faixa de repúdio não serve para nada. o cara literalmente colocou uma placa na casa kkkkkkkk Condomínio coloca faixa de repúdio a MORADOR agressor de entregador: 'MORADORES não compactuam' É o que todos dizem.

💪🇧🇷 Mas os ressentidos não acreditam no condomínio... Medo de receber a comida via app “com molho especial”. Eu nem sei aonde fica essa desgrama de condomínio aqui e.e Gordofobia O medo de comer algo com um 'temperinho' a mais causa isso kkkkk Ah, não, assim não vale. Só acredito em Nota de Repúdio! Não conseguir ler alguem dita pra min aqui 🥺🤣

Meu Deus onde que fecha aquela aspas? thabataganga N compactuam mas provavelmente ouviram rolando e n fizeram porra nenhuma, adianta o que? E precisava disso? O culpado que se lasque, os outros moradores não tem nada a ver com o ocorrido. Mas em tempos de lacração entendo os moradores. Antes era 'Nota de repúdio'. Agora é 'Faixa de repúdio'. Conhecendo o Brasileiro, ele vai virar síndico do condomínio.

flaviovmcosta RodrigoMaia fazendo escola. O msmo efeito das notas de repúdio 😷 Não basta colocar uma faixa. Tem que expulsar o verme racista! Nossa que repúdio educado e burocrático, o certo serial “Não compactuamos com a atitude do majin boo feio e preconceituoso” faixa de repudio depois que viraliza é mole

cidadao eh o caralho esse cara eh um marginal dukrl Colocaram faixa pq ontem na TV (record) os moradores temem pessoas q passam e fotografam, vândalos O insulto aconteceu dia 31/7. Nesse tempo ninguém fez nada. Ou, já parou pra perceber que racistas precisam sempre enaltecer a cor numa discussão pra alegar superioridade? Movimento alegadamente anti racistas fazem muito isso.

Ainda acho que o entregador deveria apenas fazer seu trabalho. Muito vitimismo por parte dele. faixa de repudio depois de viralizar, pq na hora todo mundo ficou em casa so olhando sem fazer nada. Deve ser dureza ser vizinho daquele panaca. Precisa faixa? Kkkkkk, as pessoas são ridículas mesmo Olhar! PArabéns aos moradores ou ficaram com medo da comida vir 'batizada'?

Teria medo de pedir qualquer tipo de comida via app se morasse nesse condomínio racism rate drops to 0% Conhecendo o brasileiro daqui a pouco elegem ele como síndico Não compactuam mas os entregadores do q foi atacado desejaram sorte a ele qnd falou q ia pra lá, de hj n é q a galera aí dentro deve ser podre

Scandurra:“Querem o país à extrema-direita que não combina com rock” - CartaCapitalMúsico do Ira! fala do ótimo novo álbum, separação e retorno da banda e as mudanças com a pandemia Pessoal da música quando se mete a comentar política... é merda garantida. Zélia Duncan é o exemplo-mor. tem sub genero do rock de direita como oi rock nacionalista idiotice dizer que todo mundo é de esquerda ou tem que ser de esquerda num genero o metal nordico valoriza muito as origens nordicas deles e é o lugar do mundo com mais metaleiro daqui a pouco esse pop quer ser mais rock Sr's. Descordo, logo, temos na banda Sex Pistols o maior exemplo de inspiração num momento da história política britânica ser governada por um partido de extremíssima direita. O que nos falta é um projeto mesmo que cultural que vise o desenvolvimento. Muda Brasil! Lfb Att.

Artigo: ‘Reforma deve resolver, não criar problemas’A crise abre janela para transformações, como a mudança no sistema de impostos, mas a proposta do governo peca em diversos pontos, entre eles a clareza

Flamengo estreia no Brasileirão com derrota e web não perdoa; veja memes - LANCE!Ue!? Já não presta?! Kkkkkkkkk Os caras tão emocionados de mais kkkk Foi um baita jogo . Se o domenec fizer um bom trabalho aqui , jornalistas e treinadores vão rasgar o c* de tanta inveja e raiva . Os caras não superam que o Jesus veio aqui e bateu na cara de todo mundo.

ATUAÇÕES: Marinho marca, mas não evita empate do Santos na Vila - LANCE!

Por que é seguro viver em Hiroshima e Nagasaki, mas não em Chernobyl?Três fatores são importantes para explicar as diferenças: os tipos das reações que ocorreram em cada local, a quantidade de material envolvido em cada explosão e a altura em que as detonações ocorreram Porque em Chernobyl há radiciação. Porque em Chernobyl o material radioativo foi espalhado por toda a cidade e no caso de Fukushima?

“Meus filhos não vão pra escola na pandemia”, afirma Marcos MionEm muitas das lives que faz, a família de Marcos Mion é um dos elementos centrais. Pai coruja assumido, o apresentador já escreveu soracy errado não tá!! cem mil pessoas mortas por um vírus emergente e altamente contagioso em pouquíssimos meses. espero q meu avô - atualmente internado por conta desse micobrio do krl - se recupere logo soracy vetores. soracy Claro tu é rico poha.