Como escassez na Venezuela levou jovem de 14 anos ao sucesso com chinelos reciclados - BBC News Brasil

Andrés López fabricou o primeiro par porque sua mãe não tinha dinheiro para comprar um novo — e nunca imaginou que acabaria se tornando o ganha-pão da família.

24/09/2021 23:32:00

Andrés López fabricou o primeiro par de chinelos reciclados porque sua mãe não tinha dinheiro para comprar um novo — e nunca imaginou que isso acabaria se tornando o ganha-pão da família.

Andrés López fabricou o primeiro par porque sua mãe não tinha dinheiro para comprar um novo — e nunca imaginou que acabaria se tornando o ganha-pão da família.

Andrés perdeu seu chinelo e não tinha dinheiro para comprar um par novo.Ele mora com a mãe, o irmão de 17 anos e o avô. A mãe se chama Carla Cabrera e não pode trabalhar porque sofre de anemia grave e precisa ficar em casa.

"Peguei então um pouco de borracha para fazer um par para mim mesmo. Ficou bom e achei que poderia ver", diz o adolescente.A decisão foi motivada pelas dificuldades da família em obter dinheiro em espécie e comprar comida.

Andrés herdou a criatividade e as habilidades manuais do avô, carpinteiro espanhol que mantinha uma oficina ao lado da casa.Os dois passavam várias horas juntos, e Andrés aprendeu assim a desenvolver suas habilidades manuais.O menino costumava coletar a borracha descartada pela vizinhança, mas ultimamente está escassa — e agora ele precisa comprar ou trocar por headtopics.com

Cantora Joni Mitchell diz que seguirá Neil Young e removerá suas músicas do Spotify | CNN Brasil

cholas."A sola e a tira faço da borracha. As agulhas, da parte de trás do salto de sapato das mulheres. Pego, dou uma polida e faço uma ponta", descreve.Crédito,Cortesia de Carla CabreraLegenda da foto,Andrés López tira a agulha dos saltos de sapatos femininos — e usa para montar os chinelos de borracha

A falta de dólares e o valor reduzido do desvalorizado bolívar, moeda local, é tal na Venezuela que, no início, às vezes ele não recebia dinheiro pelos chinelos. Precisava fazer trocas."Ele trocava por farinha ou outro alimento, embora eu insistisse que ele tentasse sempre vender para que também pudesse comprar algo para si mesmo", diz Cabrera.

A família nunca imaginou que a venda decholasse tornaria sua principal fonte de renda, muito menos um fenômeno nas redes sociais.Sustento"No momento, eu façocholassob encomenda. As pessoas me dizem o tamanho e a cor que preferem, e eu faço. Fabrico um par por dia e vendo por cinco ou seis dólares", diz o adolescente.

'Frente fria pode deixar litoral com ressacas nos próximos dias', diz meteorologista | CNN Brasil

As vendas começaram devagar.Cabrera reconhece que os primeiros exemplares do filho não ficaram tão bons:"A técnica foi sendo aperfeiçoada aos poucos."Por isso, agradece a confiança e o envolvimento da vizinhança, que desde o início fazia encomendas ao adolescente para ajudar a alavancar o negócio. headtopics.com

Crédito,Cortesia de Carla Cabrera"Agora é curioso, porque a gente senta do lado de fora de casa e quase todo mundo que passa usa ascholasdo Andrés", conta a mãe."No bairro, tem gente com alergia e fungo nos pés. Isso não acontece com os (chinelos) que eu faço. Além disso, são antiderrapantes", diz o menino sobre o produto.

Mãe e filho consideram o negócio um sucesso, embora na atual Venezuela o sucesso seja relativo.O lucro vai principalmente para comida, cara de se obter e os poucos dólares em espécie disponíveis.Por isso, é muito importante para eles a repercussão nas redes sociais, impulsionada em algumas ocasiões graças ao envolvimento de celebridades e influenciadores.

Polícia de MG prende suspeito que tirou selfies com celular roubado

Obra de caridadeAndrés também coloca sua criatividade a serviço de obras de caridade.Ele e a mãe acompanham de perto o trabalho da médica venezuelana María Torrealba no Instagram, onde ela divulga seu trabalho como pediatra.

Em seu perfil, ela compartilha as dificuldades das famílias venezuelanas para conseguir comprar remédio para os filhos. E organiza campanhas em busca de apoio para as mesmas.Andrés e a mãe tiveram a ideia de escrever para a médica e oferecer a ela alguns pares de headtopics.com

cholaspara doar às crianças carentes.Eles ficaram surpresos quando Torrealba tornou a oferta pública em seu perfil. Mais uma promoção para o negócio do adolescente."Imediatamente, muitas pessoas de fora escreveram para encomendar e ajudar. Uma ex-miss Venezuela, Daniela De Giacomo, pagou por 30 pares de

cholasque entregamos à dra. Torrealba no Dia das Crianças para distribuí-las à comunidade", diz a mãe de Andrés.Recentemente, a família doou mais 15 pares de chinelo pelo bairro.A pessoa que encomendou e comprou pediu a Andrés para entregar os calçados a quem quisesse. Ele distribuiu para crianças e idosos da comunidade que precisavam.

Planos para o futuroCortesia de Carla CabreraA mãe se preocupa com o fato do filho assumir a responsabilidade pela casa.No entanto, Andrés afirma que no futuro quer abrir uma empresa, recuperar a oficina que era do avô e obter ferramentas melhores.

O local perto da casa, onde seu avô fazia carpintaria, foi praticamente destruído após um acidente — um incêndio atingiu cilindros de gás, provocando uma explosão.Enquanto isso, o perfil de Andrés no Instagram tem quase 11 mil seguidores, e o negócio dele se expandiu para além de Bolívar. Ele agora também vende para Caracas, Valência e outras regiões do país.

Consulte Mais informação: BBC News Brasil »

Turismo brasileiro retoma, aos poucos, o crescimento

O Rio de Janeiro é estratégico nessa retomada, mas ainda há desafios para o país atingir todo o potencial. Consulte Mais informação >>

Não usem a exceção como regra. Culpa do embargo, seus arrombados Enquanto uns choram, outros vendem lenços. Esquerdista reclamando das notícias sobe a Venezuela se parece muito com bolsonarista reclamando das notícias sobre o Brasil... Creio ser importante pensar também no lado de estímulo a este menino, não que a situação dele seja boa, mas de algum modo ele não ficou só lamentando ou pedindo esmolas.

Pqp os militares de pessoas que perderam a vida perseguidos por um corrupto narcotráficante e os milhões que perderam a identidade fugiram do seu país por perseguição miséria e fome a imprensa vem falar em milagres de reciclagem de chinelos Pqp Gostei foi da narrativa cínica de dizer que o país sofre escassez devido a hiperinflação e a falta de acesso a dólares. Só faltou dizer só um detalhe: os EUA há anos fazem um feroz embargo econômico contra a Venezuela. Escassez por lá tem como causa o imperialismo dos EUA!

O título já esculacha a Venezuela e apoia o empreendedorismo de um moleque de 14 anos. Os comentários vibram com o menino que 'venceu o socialismo'. O capitalismo neoliberal está destruindo o mundo, e as pessoas aplaudem, cegas. Aliás, BBC, isso não é notícia, é propaganda. O Brasil caminha para se tornar uma nova Venezuela.

O socialismo é lindo NOTICIA URGENTE. BRASIL. REALITY afazendarecord

'Aranha', de Andrés Wood, traz à tona o passado de violento grupo nacionalista chileno - Cultura - Estadão'Aranha', de Andrés Wood, traz à tona o passado de violento grupo nacionalista chileno (via EstadaoCultura)

outro exeplo de trabalho fora de normas de segurança de trabalho já criadas, reforçam esse tipo de atitude como boas, não é confiança, é falta de opção e instrução e conscientização digna, introdução de EPI de qualidades. Do lixo ao luxo, socialismo! Melhor que isso é qual quer coisa. existe alguém que realmente acha que fazer um desses é fácil? isso fere os dedos, enfiar agulha em pneu duro e usar máquina de lixa rotativa é perigoso, isso aí é uma situação de precariedade onde o jovem nao tem outra alternativa se não passa fome, antes era chamado 'exploração'

Sucesso para esse Jovem! 8 reais um chinelo aqui na venda do seu zé, mas o pessoal só quer nike

Andrés entrega peso de Ronaldo e relata bastidores de 2009: 'Tinha jogador que fumava no vestiário' - ISTOÉ IndependenteEx-presidente do Timão ainda falou sobre a contratação que fez e que mais se arrependeu: a do argentino Matías Defederico

Como menina que virou meme aos 2 anos pode faturar alto com imagem - BBC News BrasilA imagem de Chloe Clem pode render dezenas de milhares de dólares em um leilão de NFT. Geração Enzo serão os novos milionários do país Resposta: estragando com o meio ambiente Direitos de Imagem da nossa Chloe.

Como ‘Nevermind’ destronou Michael Jackson e aposentou o velho rockCom sucessos como 'Come As You Are' e 'Smells Like Teen Spirit', há 30 anos, a banda inaugurou um novo gênero com um rock cru e sincero Estagiário descobriu Nirvana ontem, fica deslumbrado e não sabe o que escrever

A saga de iraniano que tentou por um ano cruzar canal para chegar à Inglaterra - BBC News BrasilPara 'fugir de uma ditadura', iraniano tentou por um ano cruzar canal para chegar à Inglaterra. 'Você foge de um ditador e acaba nas mãos de outros ditadores' desabafa, referindo-se aos traficantes de pessoas. BBCCurtas Irã, Afeganistão e China são as maiores ameaças para o planeta.

Ministério da Saúde recua e volta a liberar vacinação de adolescentes contra a Covid-19Anúncio ocorre após confirmação de que morte de jovem de 16 anos não estava relacionada à imunização, por comitê em conjunto com a Anvisa e com a Fiocruz. Quando a própria Pfizer em um outro caso suspendeu os estudos de uma morte foi responsabilidade, o MS q fez parecido até esclarecer a morte foi inresponsabilidade. Idealismos podres.