Como a pandemia de covid afeta a saúde mental? - Planeta

As regras de contato e de isolamento durante a pandemia de covid-19 causaram em muitas pessoas mudanças de humor, irritabilidade e depressão. Uma epidemiologista explica como lidar com esses sintomas

27/07/2021 03:30:00

Para a epidemiologista Elise Paus, buscar ajuda contra a depressão nas mídias sociais é positivo, mas elas não são o instrumento adequado quando se quer evitar encarar os problemas psicológicos decorrentes do isolamento durante a pandemia.

As regras de contato e de isolamento durante a pandemia de covid-19 causaram em muitas pessoas mudanças de humor, irritabilidade e depressão. Uma epidemiologista explica como lidar com esses sintomas

causado pelas restrições sociais durante a pandemia.Em entrevista à Deutsche Welle, ela diz esperar que o momento sirva de oportunidade a legisladores e à população em geral a darem mais atenção à saúde mental.

'Como confunde marmita com revólver?', diz mãe de jovem negro morto pela Polícia Civil no Morro do Piolho, na Zona Sul de SP Rainha Elizabeth passa a noite em hospital em Londres Com Haddad, Brasil teria passado por lockdown e todos teriam de se vacinar, diz Bolsonaro

Covid-19 no cérebro: os estudos avançamAo enumerar os clássicos sinais de abalo da saúde mental, ela assinala como é importante que familiares, colegas de trabalho e amigos reconheçam os sintomas que identificam a depressão, ou que podem levar a ela, e assim possam prestar ajuda. Por fim, ela revela seus segredos para enfrentar a pressão da pandemia sobre as pessoas.

Deutsche Welle:Algumas pessoas com depressão buscaram as mídias sociais como ferramenta para se automedicarem. Você considera essa uma boa alternativa?Elise Paul:Isso certamente depende do uso que as pessoas fazem das mídias sociais. Se elas as estão usando para revelar dificuldades e buscar apoio, pode ser uma coisa positiva, mas se elas as usam para evitar lidar com seus problemas, então pode ser negativo. headtopics.com

Também descobrimos que a procura exagerada por notícias e a busca de informações sobre a covid-19 estava relacionada a declínios na saúde mental, portanto, realmente depende de como você está usando as mídias sociais.

Até que ponto os terapeutas estão realmente preparados para lidar com os problemas adicionais que seus pacientes estão enfrentando por causa da pandemia?É difícil dizer. Como epidemiologista, não posso falar em nome dos terapeutas, mas diria que eles também são seres humanos. Mesmo que todos nós tenhamos sido impactados de maneiras diferentes, passamos todos juntos pela pandemia no último ano e meio e haverá uma necessidade maior de terapia.

Espero que esta seja uma oportunidade para que os governos, os formuladores de políticas e até mesmo a população em geral deem mais atenção à saúde mental e orientem mais recursos para essa direção.Muitas pessoas estão obviamente sentindo o peso da pandemia. Isso não pode ser comparado a uma verdadeira depressão clínica, séria e grave. Pessoas mal-humoradas estão apenas passando por uma má fase ou existe o perigo de que elas realmente caiam em depressão?

É importante considerar como as mudanças de humor e a irritabilidade afetam a vida de uma pessoa. Se esses sintomas estão tornando realmente difícil realizar atividades, coisas que você precisa fazer, se isso está impactando em seu trabalho, seu relacionamento com familiares e amigos, então é importante buscar ajuda. headtopics.com

Ambev, Vivo, Pão de Açúcar: conheça os 10 maiores devedores dos Estados brasileiros - BBC News Brasil Crise e inflação afastam consumidores do aniversário Guanabara no Rio Secretários de Guedes pedem demissão após manobra para abrir espaço no teto de gastos

Quer você sinta ou não que está atingindo algum limiar clínico, é importante considerar como isso está impactando na sua vida.Como se pode diferenciar, mesmo quando se está diante de alguém desconhecido, e dizer: “Ok, esta pessoa está realmente em perigo, ela não está apenas tendo um dia ruim, mas está realmente doente”?

Um número excessivo de dias de afastamento do trabalho são certamente um sinal. Outro sinal que amigos ou familiares podem notar são comportamentos de fuga. Algumas pessoas tendem a se isolar e mostram alguns dos sintomas clássicos da depressão, como dormir demais, energia reduzida, letargia.

Outras pessoas podem ficar irritáveis, agressivas, raivosas. Portanto, é importante reconhecer que as manifestações se diferenciam de pessoa a pessoa.Você disse que hoje em dia há uma maior consciência sobre a doença mental. Isso poderia realmente ser um lado positivo da pandemia?

Eu acho que é definitivamente uma coisa boa, espero que isso venha a ser resultado desta pandemia. É simplesmente inédito que tenhamos ficado isolados das coisas que gostamos. Temos a oportunidade de pensar sobre a diferença entre assistir a um concerto ao vivo ou vê-lo online. Como é estar em uma sala com cinco de seus amigos em vez de passear em um dia de chuva com um de seus amigos. headtopics.com

Ou seja, tivemos realmente a oportunidade de refletir e, como pesquisadores, de estudar o que é necessário para manter a saúde mental no dia a dia, independente de termos ou não caído em depressão.Como você lida com a pressão da pandemia?

Da melhor maneira que posso. Tento fazer todos os dias coisas que mantêm meu corpo e minha mente capazes de lidar com ela. Bebo muita água, tento ir para a cama todas as noites na mesma hora e acordar de manhã sempre no mesmo horário e me alimento de forma saudável. Eu controlo a ingestão de cafeína e álcool, faço exercícios todos os dias e também

Zara vai ser investigada por outro suposto crime de racismo ocorrido em julho, em Fortaleza Os argumentos do STF para determinar prisão de blogueiro Allan dos Santos - BBC News Brasil Brasileiros editam genes de porcos, buscam verba e planejam testes para usar rim suíno em humanos; entenda

meditotodos os dias.Tenho aplicativos de meditação em meu celular. Mesmo que sejam apenas cinco minutos pela manhã, isso realmente me ajuda a interiorizar uma voz calma e reconfortante.Elise Paus é epidemiologista com foco em estatística, ciência comportamental e saúde no Instituto de Epidemiologia e Saúde da University College London (UCL).

Consulte Mais informação: Revista ISTOÉ »

O país que virou 'lixão' de roupas de má qualidade dos países ricos - BBC News Brasil

Todas as semanas, mais de 15 milhões de peças de roupas usadas chegam a Gana, mas apenas parte disso consegue ser reaproveitada.

CPI da Covid mira empresário apontado como 'número 2 informal' de Pazuello na SaúdeCPI recebeu novos documentos da Procuradoria da República no DF para aprofundar as investigações sobre a atuação informal do empresário Airton Soligo em ações de alto escalão no Ministério da Saúde. A CPI DO CIRCO está sem rumo. Mesmo com todo o empenho, a Globo Lixo não consegue convencer ninguém com mais de dois neurônios. Quem quiser conhecer a CAPIVARA do Airton CASCAVEL, dá uma olhada neste FARTO material da agsportlight do IMENSO Lúcio de Castro intitulado 'A teia do general'. Ele está há pelo menos 6 meses adiantado na notícia: randolfeap OmarAzizSenador

Bolsonaro diz que entende atos antidemocráticos como liberdade de opiniãoNo cercadinho do Palácio da Alvorada, o presidente afirmou que apenas o governo federal pode ser alvo de atos antidemocráticos mas se criticar o cristalzinho de merda de genocida, vai preso Eu entende de chamar o presidente de genocida como liberdade de opinião… Vocês gostam de dar palco pra maluco né? Vende mais revista assim?

Judô aumenta vantagem como esporte que dá mais medalhas olímpicas ao Brasil; relembre todas - ISTOÉ IndependenteA medalha de bronze olímpica conquistada por Daniel Cargnin, neste domingo (25), consolidou o judô como o esporte que dá mais pódios para o Brasil em Olimpíadas. São 23 medalhas conquistadas até agora, com 4 ouros, 3 pratas e 16 bronzes. + Após polêmica, Kelvin Hoefler acalma relação com Confederação de Skate + Daniel Cargnin […] Me perdoem pelo incômodo, tenho três filhas e estamos passando necessidades, não temos quase alimentos, contas e aluguel atrasado, por favor quem puder nos ajude, me doe qualquer valor, não tenho condições, de RT pra me ajudar, Deus abençoe.**** Pix= beneditoribeiro832gmail.com

Como a falta de tempo pode levar a decisões erradas - BBC News BrasilQuando estamos sob pressão pela escassez de tempo ou dinheiro, nosso espaço mental é consumido - e nos leva focar nas tarefas erradas. Quais, então, são as saídas desse túnel? Queria ter tempo de lavar as minhas louças todos os dias. O tempo pode ser o senhor da razão como tambem da tentação, não é sem tempo o ditado que diz que a ociosidade é a oficina do diabo.

Golpe em delivery: entregador viraliza ao filmar dados de cartão; veja como se prevenirVídeo difundido pelo WhatsApp mostra senhora tendo todos seus dados bancários registrados ao fazer pagamento de comida; Procon-SP diz que golpes durante entregas têm crescido muito. Esses netfree é muito zé, tem golpe melhor amigo.

Governo trata como piada de mau gosto a maior das aflições do brasileiro - ISTOÉ IndependenteO ócio (improdutivo) é a morada do demônio e a porta da miséria. É estupefaciente que o Brasil, com uma legião de 15 milhões de desempregados, deixe de colocar o desemprego como sua maior chaga e fique discutindo ideologia política ou qual é o candidato a presidente mais ou menos corrupto. A pandemia do novo […] Chora Lixo É! Que blog cretino mano uhahuauhaahu Sempre esse Ricarno Piaderman aí inclusive... Esta em todas. Não se façam de tontos, ouviram sim, e muito... 'Fique em casa, a economia a gente vê depois'... 😜🤡 Culpa do fique em casa.