Como a inteligência artificial está ajudando a China a resolver seus problemas de trânsito - ISTOÉ Independente

Cidades chinesas já contam com sistemas inteligentes que conectam semáforos, ambulâncias, ônibus e até vagas de estacionamento

23/01/2022 20:00:00

Cidades chinesas já contam com sistemas inteligentes que conectam semáforos, ambulâncias, ônibus e até vagas de estacionamento

Cidades chinesas já contam com sistemas inteligentes que conectam semáforos, ambulâncias, ônibus e até vagas de estacionamento

Denise Mirás21/01/22 - 09h30Há no mundo cerca de mil projetos-piloto das chamadas “smart cities”, cidades inteligentes onde sistemas conectados por redes 5G interagem com a população e entre si por meio deinteligência artificial

, internet das coisas, wi-fi e aplicativos na nuvem. Mais da metade dessas metrópoles estão na China. Nesses grandes centros urbanos, que atraem 1,5 milhão de novos moradores a cada semana, a população sente os benefícios e as melhorias na qualidade de vida. O conceito inclui a sustentabilidade das ações, única forma de dar conta dos 10 bilhões de pessoas que circularão pelo planeta em 2050 – 68% delas viverão em áreas urbanas, de acordo com dados da

Consulte Mais informação: Revista ISTOÉ »

Cinco pessoas são feitas reféns em casa na capital paulista

Pelo menos cinco pessoas foram feitas reféns dentro de casa, hoje, na Zona Sul de São Paulo. Dos dois criminosos, um se entregou depois de mais de duas horas de negociação, segundo a polícia. O outro suspeito tentou fugir dos policiais, se machucou e foi levado a um hospital. Entre os reféns, ninguém ficou ferido. Consulte Mais informação >>

Sergio Gonzalez: Como enfrentar os novos desafios nas cidades do futuro?Pensar nos desafios das cidades do futuro requer colaboração extra para definir o ritmo que elas terão Com Bolsonaro22Ate2026

Como identificar se você está se envolvendo com alguém emocionalmente indisponível - ISTOÉ IndependenteImagine a seguinte situação: você está lutando consigo mesma para não enviar a décima mensagem seguida para uma pessoa com quem está se envolvendo, mas não te responde há mais de oito horas. Além de não responder às suas mensagens ou não perguntar como está, essa pessoa dá todo tipo de desculpa para evitar sair […] Em mais uma emocionante manifestação, como estudioso que é, Ciro Gomes propõe dizendo de onde vem o $$: “… sabe qtas crianças eu coloco numa creche em tempo integral [com essa arrecadação]? 1 MILHÃO de CRIANÇAS” 🥲 ⬇️ Não é só minha intimidade que está indisponível para alguns. FikADik Pq só da mulher?

PTB definha como o seu dono - ISTOÉ IndependenteA pose de cowboy do século 21 ficou em casa, quando a libertinagem verbal lhe dava ânimos para o estereótipo de valentão com armas. Roberto Jefferson, presidente licenciado do PTB, definha em seu físico, agora preso — e leva o partido junto para o seu inferno astral. Negociam a saída da legenda os deputados Luisa […] Um dia vamos olhar para o passado e não entender como fomos capazes em deixar um PSICOPATA NARCOEVANGÉLICOMILITAR no poder durante uma pandemia que ceifou mais de 620 mil vidas apoiado pelos piores e mais desprezíveis seres humanos...Exatamente como Hitler na Alemanha nazista. Nunca pensei que veria a imprensa tão militante de esquerda ao ponto de comemorar publicamente uma pessoa definhando. E essa mesma imprensa é a imprensa que defende bandidos quando matam alguém inocente. Abandonado pelo presidente ? Kkkkk

BBB22: Globo expõe Laís como autora de torpedo transfóbico para Linn da Quebrada - ISTOÉ IndependenteDurante a exibição do Big Brother Brasil deste sábado, a Globo expôs o autor da mensagem enviada a Linn da Quebrada, que usava termos do gênero masculino. O vídeo mostra que Laís escreveu o um torpedo questionando se a artista “Está solteiro?”. A mensagem – que é anônima dentro da casa – repercutiu nas redes […] Ficou evidente que ela apenas transcreveu a fala da própria Linn, brincando com o fato de ela ter dito isso na apresentação várias, ambas riram da prosa e ficou tudo bem. Parem de querer gerar clique pra maluco fanático cair. Vcs só alimentam essa cultura de ódio. Pra ser travesti, vc tem que ser homem né? Aonde tá a mentira?

Mulher de Scooby revela como enfrentar 'abstinência' de sexo com marido no BBB - ISTOÉ IndependenteCíntia Dicker, mulher do surfista Pedro Scooby, que participa da 22ª edição do Big Brother Brasil, abriu uma caixinha de perguntas no Instagram e respondeu a uma série de questionamentos dos fãs. Cíntia foi questionada sobre como sobreviver à “abstinência de sexo” nos próximos meses. A modelo foi direta, e respondeu: “Brinquedinhos”, somando um emoji […] Meu Deus que povo a toa, não aguentar ficar sem transar por 4 meses... francamente... JORNALISMO DE QUALIDADE!

Como o BBB arrebata as multidões?Michel Alcoforado destaca que, goste ou não, não há como enfrentar os primeiros meses do ano sem cair em uma discussão arrebatadora sobre os acontecimentos do programa. Faz mais de 20 que discutimos exclusão, racismo, machismo nas edições do programa, nos deliciamos com as histórias de amor, com os encontros e desencontros e vibramos com a garra dos participantes com as provas de resistências. É a vida como ela é! Sendo assim, não é exagero tomar o BBB como um laboratório da sociedade moderna, um espelho em que observamos os outros para olharmos para nós mesmos. michelalcoforad Uma merda para idiotizar a cultura nacional, nada de novo...

XANGAI Acidentes no trânsito são detectados em tempo real: policiais chegam ao local em cinco minutos (Crédito: Carlos Barria ) Denise Mirás 21/01/22 - 09h30 Há no mundo cerca de mil projetos-piloto das chamadas “smart cities”, cidades inteligentes onde sistemas conectados por redes 5G interagem com a população e entre si por meio de inteligência artificial , internet das coisas, wi-fi e aplicativos na nuvem. Mais da metade dessas metrópoles estão na China. Nesses grandes centros urbanos, que atraem 1,5 milhão de novos moradores a cada semana, a população sente os benefícios e as melhorias na qualidade de vida. O conceito inclui a sustentabilidade das ações, única forma de dar conta dos 10 bilhões de pessoas que circularão pelo planeta em 2050 – 68% delas viverão em áreas urbanas, de acordo com dados da Organização das Nações Unidas (ONU) . Em nome da eficiência e da rapidez – para ficar apenas nos exemplos da mobilidade urbana –, o presente e o futuro já compartilham as ruas desses lugares. A infraestrutura montada e integrada a partir da inteligência artificial ajuda a desatar nós do trânsito, com carros integrados ao transporte de massa, alguns deles sem motoristas, catracas ou bilhetes, onde o usuário é cobrado por reconhecimento facial. HANGZHOU Sala de controle: problemas complexos resolvidos em minutos (Crédito:Tu meife) A China é pioneira na adoção dessas soluções tecnológicas. Hangzhou, com 10,5 milhões de habitantes, conta com o City Brain (“Cérebro da Cidade”), sistema da gigante tecnológica Ali Baba que gerencia 128 cruzamentos, onde semáforos conectados recebem dados dos veículos por meio de sensores e ajustam o tempo das luzes para dar a cadência ideal do trânsito. Há ainda a reversão rápida de sinais vermelhos em verdes para a passagem de ambulâncias em situação de emergência – o tempo desses trajetos caiu pela metade. Acidentes são detectados em tempo real e policiais chegam ao local em períodos que não levam nem cinco minutos. Com o monitoramento de todos os carros da cidade, os engarrafamentos foram reduzidos em 15%. Xangai, com 24 milhões de habitantes, usa o City Brain para otimizar as rotas de ônibus. E o usuário pode informar ao AliPay seus locais de partida e chegada, para receber informações sobre pontos mais próximos e ônibus necessários para o caminho ideal do momento (as passagens são compradas digitalmente). Na hora de estacionar, também é possível apelar ao aplicativo por celular da Huawei. Com chips instalados em 300 estacionamentos, o motorista encontra a vaga livre mais próxima, faz a reserva e paga por ela. Com isso ele ganha tempo, economiza combustível e ajuda a diminuir congestionamentos – pelo menos enquanto os carros voadores não chegam. O que, por sua vez, pode não estar tão distante assim: empresas como EmbraerX, Boeing e Bell, entre outras, já têm protótipos em desenvolvimento que em breve ocuparão os céus das cidades. Tópicos