Cidade de SP reabrirá faculdades em 7 de outubro; escola volta com atividade extracurricular - Educação - Estadão

CAPA: SP libera faculdades, mas aulas na maioria devem seguir online

18/09/2020 12:24:00

CAPA: SP libera faculdades, mas aulas na maioria devem seguir online

Medida vale para rede pública e particular; aulas regulares no ensino básico são previstas apenas para novembro. Escolas devem voltar com 20% da capacidade. Já as faculdades poderão receber 35% dos alunos

Agora, o prefeito autorizou que escolas possam fazer atividades extracurriculares em outubro, que sãoesportes, línguas, música, recreação e acolhimento.Para alunos da creche e pré-escola municipais, o acolhimento será feito em Centros para Crianças e Adolescentes (CCA), que também serão reabertos em outubro e recebem crianças vulneráveis. Segundo o secretário municipal de Educação, Bruno Caetano, ainda não está definido se haverá ou não

Cinco anos depois da maior tragédia ambiental do país, que matou 19 pessoas em Mariana, ninguém foi punido Seca faz nível de rio baixar e revela ponte 'escondida' há mais de 40 anos no interior de SP Venda de vinhos dispara no Brasil durante a pandemia e produtores tentam segurar o novo consumidor

férias em janeiro. Na rede municipal, segundo ele, na volta às aulas prevista para novembro, haveráprioridade para o fim dos ciclos, 3º ano do médio, 9º ano e 5º ano do fundamental."Estamos liberando o protocolo elaborado pelo governo do Estado de São Paulo. Até agora a cidade de São Paulo teve flexibilização sem retroceder, com redução em óbitos e internações. E é com essa mesma cautela que vamos continuar no setor educacional", disse.  Segundo Covas, a Prefeitura vai continuar com outros inquéritos sorológicos."Estamos recebendo pressões de tudo quanto é lado. Mas temos certeza que estamos fazendo o que é recomendado pela área da saúde. Temos a vida como bem principal a ser protegido."

Como o Estadão antecipou, Covas não seguiu a decisão de prefeituras do ABC de deixar a reabertura das escolasapenas para 2021. Ele chegou a cogitar essa possibilidade, mas foi convencido pelos seus principais auxiliares da Educação e da Saúde de que não seria a melhor opção. O adiamento para o ano que vem tem sido muito criticado por especialistas, que enumeram os danos às crianças e adolescentes da falta da escola, principalmente os mais vulneráveis. O Brasil, segundo organismos internacionais, é um dos países com mais tempo de escolas fechadas do mundo por causa da pandemia de coronavírus. 

Além de temer a contaminação de professores e alunos, Covas também tem se preocupado com a opinião pública com relação à volta às aulas, já que é candidato à reeleição em novembro. Em pesquisas nos últimos meses, cerca de

70% da população dizia ser contra o retorno.Há ainda a batalha com ossindicatos de professores e diretores, que ameaçam greve caso as aulas voltem. Eles pediam que as escolas fossem abertas somente em 2021. Para passar para a próxima etapa, em que

70% dos alunospoderão ir à escola ao mesmo tempo, áreas que concentrem ao menos 60% da população do Estado precisam estar por 14 dias consecutivos na fase verde da flexibilização da quarentena. Atualmente, todas estão na fase amarela, uma antes da verde.

A Prefeitura apresentou também nesta quinta-feira oinquérito sorológico,que foi feito com alunos das redes pública municipal e estadual e também com estudantes de escolas particulares. A amostra contou com 6 mil alunos e a pesquisa foi feita entre 1 e 3 de setembro. Nesta fase, os alunos testados e que tinham anticorpos para covid-19 foi de

Tsunamis no Ártico: a mais nova e perigosa ameaça das mudanças climáticas EUA registram 91 mil casos de coronavírus em 24 horas, maior número diário desde início da pandemia Brasil terá vacina contra Covid-19 no 1º semestre de 2021, estima diretor-presidente da Anvisa

17,2% nos da rede estadual, de 18,4% na rede municipal e de 9,7% entre os alunos da rede particular. O estudo mostrou um cenário de alto número de assintomáticos entre os estudantes tanto da rede pública quanto privada. Os assintomáticos são 64,1% na rede estadual, 66,4% na rede municipal e de 70,3% em alunos das instituições particulares.

"É muito grande a preocupação da Prefeitura por conta dos estudos apresentados com a questão da volta às aulas. Estamos falando de 2,5 milhões de alunos, com proporção de assintomáticos maior que na comparação com os adultos. Há possibilidade de receio de segundo pico se voltar de forma integrada. Precisamos modular e ter precaução", disse Covas. Segundo o secretário de educação, todos os alunos da rede municipal passarão por uma avaliação de aprendizagem na volta às aulas. "Somente após aplicação de avaliação é que poderemos mensurar o tamanho do desafio de recuperação de aprendizagens, disse Caetano.

Asuniversidades e faculdades estão autorizadaspara voltar a dar aulas presenciais a partir de 7 de outubro."Ela(a decisão)tem muito mais a ver com o inquérito sorológico dos adultos", justificou, frisando que respeita a autonomia de cada universidade e que será necessário manter as medidas sanitárias de distanciamento. "Não tem mais sentido, com os dados que nós temos, continuar a proibir o ensino superior na cidade." Muitas instituições, no entanto, já anunciaram que vão permanecer online no segundo semestre.

A capital foi classificada na fase amarela da quarentena no final de junho e não retrocedeu desde então.Mas, com base no resultado de uma fase anterior do inquérito sorológico com alunos da rede municipal, que mostrou que, dos 16,1% que tinham anticorpos para a doença mais de 64% eram assintomáticos, Covas havia decidido não liberar as aulas por medo do risco de contágio.

A segunda fase havia mostrado que, dos 18,3% alunos que apresentavam anticorpos, 69,5% eram assintomáticos. Covas anunciou também a abertura de 14 mil vagas para atendimento socioemocional das crianças, a partir de 7 de outubro, assim como a abertura dos 110 CCAs. De acordo com ele, a Secretaria Municipal de Saúde já registrou 

5 mil crianças vítimas de violência doméstica desde o início da pandemia.O prefeito Bruno Covas anunciou a reabertura de escolas para atividades presenciais a partir de 7 de outubro.O Estadão quer saber: você é a favor desse retorno? — Metrópole Estadão (@EstadaoSaoPaulo)

Scarlett Johansson se casa com Colin Jost em cerimônia pequena para família e entes queridos Os padrões do comportamento civilizado - Opinião - Estadão Brasileira morta em ataque na França tinha o sonho de viajar o mundo com um food truck, diz amiga

  Consulte Mais informação: Estadão »

O mistério das praias intocadas da Rússia que ficaram tóxicas de repente - BBC News Brasil

No fim de setembro, surgiram relatos de uma estranha doença na costa de Kamchatka, paraíso de surfistas no extremo leste da Rússia; mas a causa ainda é um mistério.

Haja paciência com esse prefeito de São Paulo! Todos os professores são comunistas, quem acha que eles iriam trabalhar? BOLSONARO2022 BOLSONARO2022 BOLSONARO2022 BOLSONARO2022 BOLSONARO2022 BOLSONARO2022 BOLSONARO2022 BOLSONARO2022 BOLSONARO2022 BOLSONARO2022 BOLSONARO2022 BOLSONARO2022 BOLSONARO2022 BOLSONARO2022 BOLSONARO2022 BOLSONARO2022 BOLSONARO2022 BOLSONARO2022

Fidelisgonthier ainda bem

Cidade de São Paulo deve ter volta às aulas ainda em 2020 - Educação - EstadãoPrefeito Bruno Covas decidiu não adiar o retorno para 2021, como fizeram cidades da região metropolitana. Nesta quinta-feira, 17, ele deve anunciar apenas atividades extra-curriculares em outubro WTF São Paulo? O ano já tá acabando e decidem isso. É muita irresponsabilidade. Já era pra ter voltado

Tire dúvidas sobre a volta às aulas na cidade de São Paulo - Educação - EstadãoEstadaoEdu Quando as escolas reabrem? Preciso mandar meu filho? Tire dúvidas sobre a volta às aulas na cidade de São Paulo

Colégios particulares de SP preveem diálogo com pais e retorno presencial optativo - Educação - EstadãoEscolas têm adotado posições e estratégias diversas em relação à retomada das aulas; prefeito da capital já decidiu que atividades devem voltar ainda este ano

Previsão do tempo em SP: Estado pode registrar novo recorde de calor - São Paulo - EstadãoDepois de terça com termômetros nos 18°C, Defesa Civil alerta para índices críticos de umidade do ar e temperaturas máximas entre 32°C e 40°C até sábado; frio e chuva devem voltar no fim de semana SaoPaulo Vão queimar florestas, bando de desgraça.! SaoPaulo O paulista não tem muita paz quando o assunto é o clima SaoPaulo Vou comprar blusas; esses 'çientixtas' só erram.

Russomanno tenta reunir voto bolsonarista em SP - Política - EstadãoEstimulado por Jair Bolsonaro a entrar na disputa, deputado do Republicanos oferece vice a Joice Hasselmann (PSL) e ao PTB; diretórios locais das siglas, porém, recusam Politica Russomano tem que focar na segurança pública. Covas e Doria deixaram a criminalidade disparar em SP. Politica Ava Politica Ah, tá! Vai nessa, pilantra

PTC é décimo partido a anunciar apoio à reeleição de Covas em SP - Política - EstadãoDecisão do partido ocorre após o advogado e produtor rural Ribas Paiva, que era aposta da sigla para as eleições, ter retirado sua pré-candidatura à prefeitura da capital Politica Não conheço um eleitor do Bolsonaro que esteja arrependido, pelo contrário, já iniciamos a campanha pra 2022. É o melhor presidente de todos os tempos! Politica Avisem o partido que Covas já perdeu. Politica Vai chegar atrás da Peppa.