Casos e óbitos por Covid-19 têm a maior queda em 2021, diz Fiocruz | Radar

Casos e óbitos por Covid-19 têm a maior queda em 2021, diz boletim da Fiocruz (via @radaronline)

17/09/2021 18:40:00

Casos e óbitos por Covid-19 têm a maior queda em 2021, diz boletim da Fiocruz (via radaronline)

Boletim indica 12 semanas seguidas de redução das mortes no país; má coordenação na vacinação e ocupação alta de UTIs em algumas capitais ainda preocupam

Lucas VettorazzoAtualizado em 17 set 2021, 12h23 - Publicado em 17 set 2021, 12h18A fundação explicou que com o avanço da vacinação entre os mais jovens, os casos graves da doença voltaram a se deslocar para as camadas mais velhas da população, com 60 anos ou mais. Alexandre Schneider/Getty Images

'Não há muita diferença entre o vício em drogas e no celular’, diz psicólogo - BBC News Brasil A invenção do “Bolsonaro paz e amor” é uma zombaria grotesca à inteligência Veto da China à carne brasileira já dura mais de um mês e assusta governo

PublicidadePublicidadeO Observatório da Covid-19 da Fiocruz informou há pouco que os números de casos e mortes pela doença seguem em queda no país, mas que há ainda pontos de atenção e problemas a serem enfrentados, como a falta de sincronia na vacinação, a testagem baixa da população e taxas de ocupação de leitos de UTI ainda altas em capitais como Rio de Janeiro, Boa Vista e Curitiba.

Segundo o boletim do observatório divulgado nesta sexta-feira, o Brasil está na décima segunda semana seguida de redução nos números de mortes e casos confirmados, a maior queda registrada neste ano. Na última semana, os óbitos diminuíram em média 3,8% ao dia. Foram 15.900 casos e 460 óbitos diários, em média, na semana de 5 a 11 de setembro. headtopics.com

O documento indicou que a taxa de ocupação de leitos de UTI Covid-19 para adultos está no melhor cenário desde o início do acompanhamento. O Rio é a única capital com taxa acima de 80%, com 82% de ocupação. Já Boa Vista (76%) e Curitiba (64%) estão na zona de alerta intermediária, segundo a Fiocruz.

A fundação explicou que com a vacinação entre os mais jovens, os casos graves da doença voltaram a se deslocar para as camadas mais velhas da população, com 60 anos ou mais. O avanço da imunização e a falta de testes, diz o boletim, pode fazer com que pessoas assintomáticas ou com quadros leves não diagnosticados possam circular com o vírus sem saber, o que reduz o controle da doença e aumenta o risco de contaminação.

Consulte Mais informação: VEJA »

Legalizar jogos de azar: solução ou problema para o Brasil?

Listen to this episode from Estadão Notícias on Spotify. Até 1946 os jogos de azar eram liberados no Brasil. O presidente Eurico Gaspar Dutra (1883 - 1974), sob o argumento de que o jogo era degradante para o ser humano, resolveu revogar a licença das casas de apostas. Arquivos da época mostram que havia no País cerca de 71 cassinos que empregavam cerca de 60 mil pessoas em empregos diretos e indiretos. Os bingos voltaram a funcionar legalmente nos anos 90, mas, em 2004, um escândalo envolvendo Waldomiro Diniz, assessor do então ministro da Casa Civil José Dirceu, colocou um fim à atividade. Diniz foi acusado de extorquir dinheiro de empresários donos de bingos para arrecadar fundos para o Partido dos Trabalhadores. Atualmente, alguns setores da sociedade brasileira defendem a legalização dos jogos de azar, argumentando que os cassinos gerariam empregos e a tributação deles ajudaria na arrecadação federal. No entanto, há diversos fatores negativos que devem ser considerados, na esfera criminal e de saúde pública. Após várias tentativas nos últimos anos, a bandeira da legalização volta a ganhar força no Congresso Nacional, mas não sem causar rachaduras na base de apoio do governo. De um lado, o Centrão age para aprovar a liberação de uma proposta ampla, que inclui até jogo do bicho, sob a justificativa de que vai alavancar a economia e o turismo. Do outro, a bancada evangélica afirma que o vício nos jogos prejudica as famílias e corrompe valores religiosos defendidos por eles. No episódio do ‘Estadão Notícias’ desta segunda-feira, ouvimos o relator do projeto, o deputado federal, Felipe Carreras (PSB-PE), e o psiquiatra Hermano Tavares, professor do Departamento de Psiquiatria da USP e fundador coordenador do Amjo - Ambulatório do Jogo Patológico. E sobre a queda de braço no Congresso, conversamos com o repórter do Estadão em Brasília, Lauriberto Pompeu. O Estadão Notícias está disponível noSpotify,Deezer,Apple Podcasts,Google podcasts, ou no agregador de podcasts de

radaronline Surpreendente está conscientização de Lula sobre os pobres, agora é só Lula devolver os trilhões roubados e desviados por ele, pelo PT e a companheirada que os pobres agradecerão. Dará para colocar comida na mesa de milhões de pobres melhorando a vida do povo, o Brasil agradecerá

Casa Branca se oferece para informar Nicki Minaj sobre vacinas contra a covid-19 - Emais - EstadãoEmais_Estadao Casa Branca se oferece para informar Nicki Minaj sobre vacinas contra a covid-19 Emais_Estadao Quem é Niqui Menage? Emais_Estadao Esses artistas passa o tempo todos se drogado não tem medo vai questionar há vacina Emais_Estadao Essa mulher é uma debilóide

Movimento antivacina é grave ameaça ao controle da Covid-19 no mundoO movimento antivacina preocupa cientistas, que constatam que as diferenças na imunização mundo afora podem potencialmente atrasar o controle global da pandemia. O desafio para superar essa questão é enorme. Entenda na reportagem de capa de VEJA: Esta sobrando especialista nesta pandemia! No Brasil são poucos os contaminados pela teoria da conspiração? Só se for no Brasil paralelo da Veja, pois no Brasil de Bolsonaro a situação é bem diferente.

CPI da Covid ouve diretor de empresa acusada de prescrever 'kit Covid' - ISTOÉ IndependenteA CPI da Covid no Senado ouve nesta quinta-feira (16) o diretor executivo da operadora de saúde Prevent Senior, Pedro Benedito Batista Júnior. De acordo com relatos obtidos pela comissão, a empresa teria indicado a seus usuários o uso de remédios comprovadamente ineficazes contra a Covid-19. Batista Júnior conseguiu no Supremo Tribunal Federal o direito […] Besteirol

Contagem de casos de Covid-19 é afetada por problema no sistema do Ministério da Saúde - ISTOÉ IndependenteA contagem de novos casos de covid-19 no Brasil está afetada por uma instabilidade no sistema do Ministério da Saúde. O Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde), que reúne as informações sobre Saúde nos estados, admite o problema e diz que está trabalhando na solução. As informações foram divulgadas pelo jornal Folha de S. […] Bolsonaro aumentou IOF, imposto, e mídia muito tímida. Quem será o parceiro desse desastre econômico?

Brasil registra 793 mortes por Covid em 24 horas; média móvel interrompe queda após 22 diasPaís contabiliza 588.640 óbitos e 21.032.268 casos de coronavírus, segundo balanço do consórcio de veículos de imprensa com dados das secretarias de Saúde. Média móvel de mortes pela doença voltou a ficar perto da casa de 600 por dia. Quando teremos autópsias

Marconny confirma relação de amizade com Jair Renan Bolsonaro à CPI da Covid - ISTOÉ IndependenteO empresário Marconny Albernaz de Faria confirmou à CPI da Covid nesta quarta-feira, 15, que mantém uma relação de amizade com Jair Renan Bolsonaro, filho 04 do presidente Jair Bolsonaro. Marconny disse que conhece Jair Renan há cerca de dois anos e que inclusive já usou o camarote do filho do presidente no estádio Mané […] Nossa, que crime 😂 Os Blogueiros esquerdopatas da falida Revista LIXOÉ são obcecados pela família Bolsonaro. PRENDAM ESSE SUJEITO