Caso Braga Netto se soma a ‘padrão preocupante’ de ameaças democráticas, diz pesquisadora - BBC News Brasil

Para pesquisadora, caso Braga Netto causa preocupação por conta de escalada recente de fricções dentro do governo Bolsonaro

23/07/2021 23:13:00

Para pesquisadora, caso Braga Netto causa preocupação por conta de escalada recente de fricções dentro do governo Bolsonaro

Amy Erica Smith, que estuda regimes na América Latina e no Brasil, afirma que discussões quanto a se ministro da Defesa ameaçou ou não o processo eleitoral causa preocupação por conta de escalada recente de fricções dentro do governo Bolsonaro.

Fim do Talvez também te interesse"A discussão sobre o voto eletrônico auditável por meio de comprovante impresso é legítima, defendida pelo governo federal, e está sendo analisada pelo Parlamento brasileiro, a quem compete decidir sobre o tema."

Pescador é mordido por tubarão durante pesca ilegal em praia do Pará Neto carrega avó, de 102 anos, para receber reforço da vacina no DF Jair Bolsonaro vai liberar vacinação para adolescentes sem comorbidades

O Estado de S.Paulo, por sua vez, sustenta que a reportagem está correta. A direção do jornal reafirmou "na íntegra o teor da reportagem publicada sobre os diálogos do ministro da Defesa".Crédito,ReutersLegenda da foto,

Negação de Braga Netto, afirma acadêmica Amy Erica Smith, "torna mais difícil que exista algum tipo de coordenação de golpe caso haja outras facções dos militares (com essa intenção)"Se a ameaça for de fato confirmada, será realmente algo "bastante anormal. Não cabe ao ministro escolher as regras da eleição, é uma grande violação da democracia", diz à BBC News Brasil Amy Erica Smith, professora-associada de ciências políticas na Universidade Estadual de Iowa (EUA) e pesquisadora de regimes democráticos e autoritários, com foco sobretudo no Brasil e no restante da América Latina. headtopics.com

Seu livro mais recente éReligion and Brazilian Democracy: Mobilizing the People of God(Religião e Democracia Brasileira: Mobilizando o Povo de Deus, em tradução livre; Cambridge University Press, 2019), que aborda como a religião ajuda a moldar a política brasileira, sobretudo na ausência de lideranças partidárias.

Smith reforça que, sendo difícil confirmar de modo independente a suposta ameaça de Braga Netto, também é difícil comentar sua gravidade. Ela aponta que existe a possibilidade de o episódio ter sido fabricado por terceiros como uma forma de desgastar o ministro da Defesa, um dos mais ferrenhos defensores de Jair Bolsonaro.

Mas, de qualquer modo, o episódio e a discussão sobre se ele aconteceu ou não se insere em um "preocupante padrão" de acontecimentos que atentam "contra a democracia do Brasil", aponta Smith, citando outros fatos que considera ainda mais preocupantes - como o forte envolvimento de militares no governo federal atual, as ameaças de grupos bolsonaristas de invasão ao Supremo Tribunal Federal, em 2020, as ameaças feitas pelo próprio Bolsonaro a respeito do sistema eleitoral e as polêmicas recentes envolvendo o Ministério da Defesa.

Braga Netto assumiu a pasta em março (antes, ocupava a Casa Civil), depois da demissão do então ministro Fernando Azevedo e Silva - que por sua vez foi seguida pela substituição dos comandantes da Marinha, do Exército e da Aeronáutica, como consequência de atritos desses comandantes com o presidente Bolsonaro e em meio a aparentes tensões dentro dos corpos militares a respeito de qual deve ser a extensão de um apoio ao presidente. headtopics.com

MP retoma depoimentos da investigação do suposto esquema de rachadinha no gabinete de Carlos Bolsonaro Jovem que foi internada com paralisia rara na gravidez viraliza com ensaio emocionante ao conhecer a filha; VÍDEO Prefeito de Nova York ironiza Queiroga após diagnóstico de Covid-19

"A dependência de Bolsonaro das Forças Armadas por força política - tanto como integrantes em seu governo como em base eleitoral - é incomum no contexto brasileiro, bastante preocupante para a democracia", prossegue Amy Erica Smith.

Ao mesmo tempo, diz a acadêmica, é "bom para a democracia que líderes do Congresso e o próprio (vice-presidente Hamilton) Mourão tenham ido a público reafirmar seu apoio incondicional às eleições".

Quando foi questionado nesta quarta por jornalistas a respeito do caso, Mourão afirmou: "é mentira".Também é importante, diz Smith, que o próprio Braga Netto tenha publicamente negado a suposta intimidação a Lira.

Essa negação, afirma Smith, "torna mais difícil que exista algum tipo de coordenação de golpe caso haja outras facções dos militares ou outros atores políticos (com intenção golpista em 2022). Mas (o episódio) é certamente preocupante." headtopics.com

Arthur Lira, por sua vez, apenas postou no Twitter nesta quarta que "a despeito do que sai ou não na imprensa, o fato é: o brasileiro quer vacina, quer trabalho e vai julgar seus representantes em outubro do ano que vem através do voto popular, secreto e soberano".

Segundo o blog da jornalista Ana Flor, no G1, o presidente da Câmara estava preparando uma nota também negando o relato do Estadão."O que me parece claro é que os militares por si só provavelmente não estariam dispostos a comandar o governo. Provavelmente só o fariam com um líder democrático ou semidemocrático - mas é também por isso que preocupa essa aliança de Bolsonaro com os militares", opina Smith.

A ONU e o mundo se ridicularizam diante de Bolsonaro Presidente da Funai vira réu por descumprir acordo para demarcação de terra indígena Mães reclamam de vandalismo em escolas dos EUA após 'desafio' do TikTok; rede social bloqueia vídeos

"Não vejo chance de se repetir um governo como o de 1964 (quando ocorreu o golpe militar no país) - um regime com autoridades militares na Presidência. Não acho provável. O que seria mais provável no contexto atual seria os militares apoiando '

de facto' uma Presidência que não seria totalmente democrática, parecido com o governo de Nicolás Maduro na Venezuela. Não quer dizer que isso vá acontecer, mas seria o cenário mais provável" no caso de uma continuidade na escalada atual, conclui.

Consulte Mais informação: BBC News Brasil »

Bolsonaristas tentam invadir Ministério da Saúde e são contidos por seguranças - Política - Estadão

A informação foi confirmada pela assessoria da pasta ao Estadão/Broadcast; jornalistas presentes no local foram hostilizados

mmc032 Generaleco de merda, corrupto e genocida! Jesus Cristo vai colocar o Bolsonaro e seus filhos uns contra os outros. Qualquer pessoa que escolha seguir Bozonaro é no mínimo idiota. Ninguém de valor dá uma moeda, não tem o menor respeito nacional e internacionalmente. Um zero a esquerda.Que está sozinho. Ainda bem que não vivemos uma guerra.Não teríamos a menor chance.A ver por alguns exemplos.

Bolsonaro foge de pergunta sobre Braga Netto: 'A resposta está na nota dele'Questionado durante transmissão nas redes sociais, o presidente não quis comentar as possíveis ameaças do general às eleições No paísxuleco da era Otraste, o fardado aborrecente do arbítrio roto ainda ousa ameaçar o Estado de direito em tempos de rede social, diverso de 64, com a presunção militariciana de que 'um manda, o outro obedece' - deu xabu.

Braga Netto blefou. E perdeu | Ricardo RangelRicardo Rangel: Militares ameaçaram golpe, mas Lira não piscou — e fez barba, cabelo e bigode A VEJA É DE PROPRIEDADE DE UM EX PRISIONEIRO DA LAVA JATO , CONHECIDO PELA ALCUNHA DE O “ BANQUEIRO DE LULA “ ForaBolsonaro e seus milicos da mamata! Lira não serve pra nada

Lira nega ter sido ameaçado por ministro; Braga Netto fala em 'invenção' - ISTOÉ IndependenteO presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), afirmou nesta quinta-feira (22) ao Blog da Ana Flor, do G1, que é “mentira” a informação de que o ministro da Defesa, general Braga Netto, teria enviado um recado a ele avisando que não haveria eleições em 2022 se não houver a aprovação do voto impresso e “auditável”. “A […] Eu acho que o jornal deveria ser processado por FAKE NEWS VotoImpressoAuditavelJa Que pena que não da pra acreditar nessas fontes lixos, tanto estadinho quanto Lixo É... se mentem até quando tem vídeos e imagens, imagina essas de bastidores hehe Mas seguimos aguardando a corda já rompida se oficializar e ver o lado que cairá! Só mais uma mentirinha da Impressa escrota ( Estadao ) para criar o caos hehehehehe

Lira não desmente que Braga Netto teria ameaçado as eleições | Radar EconômicoMinistro da Defesa teria ameaçado realização das eleições (via EconomicoRadar) EconomicoRadar O que representa um ataque à democracia? Defender sistema de votação transparente e auditável ou defender um sistema arcaico, que é uma caixa-preta inauditável? EconomicoRadar Ninguém ameaçou as eleições. Pelo contrário. O que é necessário é que se tenha eleições confiáveis. E só é confiável o que é auditável. EconomicoRadar VotoImpressoAuditavelJa

Lira nega ter sido ameaçado pelo ministro da Defesa; Braga Netto diz que ameaça é invençãoLira nega ter sido ameaçado pelo ministro da Defesa; Braga Netto diz que ameaça é invenção Ana_Flor ArthurLiraRamelão Ana_Flor Esse ArthurLira_ é um cagão Ana_Flor

Partidos se unem contra voto impresso em resposta à ameaça de Braga Netto'Essa coisa acaba reforçando a articulação contra', garante ACM Neto, presidente do DEM Mentira Essa gente de farda amante do fascismo apoiadores do merda do Planalto, deveriam voltar pro quartel pra pintar meio fio. Qual partido sério é contra ?