Cartórios na prevenção à corrupção e à lavagem de dinheiro

Cartórios na prevenção à corrupção e à lavagem de dinheiro (via @fausto_macedo)

18.2.2020

Cartórios na prevenção à corrupção e à lavagem de dinheiro (via fausto_macedo)

Desde o início do mês de fevereiro os Cartórios brasileiros passaram a ter uma nova atribuição: comunicar atos suspeitos de

corrupção, lavagem de dinheiro e financiamento ao terrorismo ao Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF), órgão hoje vinculado ao Banco Central do Brasil. A norma, instituída pelo Provimento nº 88/2019 da Corregedoria Nacional de Justiça, órgão vinculado ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ), especifica que os cartórios das diferentes especialidades – registro de imóveis, tabelionatos de notas, tabelionatos de protesto, registro de títulos e documentos – devem estar atentos a uma série de requisitos a serem observados em ações cotidianas das pessoas físicas e jurídicas, como a compra e venda de imóveis, procurações, dívidas e a constituição de empresas. A publicação do regramento, embora tardio no Brasil – uma vez que a Lei de Lavagem de Dinheiro data de 1998 (Lei Federal nº 9.613), coloca os cartórios do País em pé de igualdade com seus congêneres internacionais de países como França, Alemanha, Portugal, Itália e Espanha. Neste último, os cartórios tiveram atuação reconhecida internacionalmente pelo Grupo de Ação Financeira contra a Lavagem de Dinheiro e Financiamento ao Terrorismo (GAFI), entidade responsável pelo prevenção aos crimes de lavagem de dinheiro em todo o mundo: “entre os sujeitos não financeiros obrigados a comunicar, o fortalecimento das medidas preventivas mais significativo se deu no setor do notariado, que obteve êxitos consideráveis como consequência da criação do Órgão Centralizado de Prevenção (OCP), que aumentou a conscientização e a capacidade de todo o setor” , destacou o relatório do órgão ao ser referir às mais de 180 mil operações suspeitas comunicadas pelos notários espanhóis desde 2006. Na prática, o Provimento nacional estabelece uma série de situações onde as comunicações serão feitas de forma automática e obrigatória, como nos casos de registros de transmissões sucessivas do mesmo bem, em período não superior a seis meses, nas operações que envolvam o pagamento ou recebimento de valor em espécie, igual ou superior a R$ 30 mil, nos registros nos quais constem diferenças entre a avaliação fiscal do bem e o valor declarado, ou entre o valor patrimonial e o valor declarado, na operação ou conjunto de operações relativas a bens móveis de luxo ou alto valor, assim considerados os de valor igual ou superior a R$ 300 mil, entre outras casos. Também haverão casos onde a operação é considerada suspeita, cabendo ao notário ou ao registrador avaliar diretamente se deve ou não ser comunicada: como nas situações de operações incompatíveis com o patrimônio ou com a capacidade econômico-financeira do cliente; nas cujo o beneficiário final não seja possível identificar; nas que envolvem países ou dependências considerados pela Receita Federal de tributação favorecida e/ou regime fiscal privilegiado, nas que indiquem substancial ganho de capital em um curto período de tempo, entre outros 28 casos previstos na norma. Para fazer frente a esta nova ação de colaboração com o Estado brasileiro, os Cartórios de todo o País tiveram que cadastrar um profissional no Sistema de Controle de Atividades Financeiras (SISCOAF), chamado oficial de cumprimento, que será responsável por comunicar via sistema eletrônico as operações suspeitas. Nas comunicações deverão ser preenchidos os dados do cliente, uma breve descrição da ação realizada, o valor da operação e a data do ocorrido. A comunicação é sigilosa e cabe ao COAF, mediante análise técnica, decidir se o ato deverá ou não ser investigado. Pessoas politicamente expostas À exemplo do que ocorre em outros países e também na própria legislação brasileira, as pessoas politicamente expostas mereceram tratamento diferenciado na regulamentação do CNJ. O texto destaca que nos casos que envolvam detentores de mandatos eletivos dos Poderes Executivo e Legislativo, membros do Poder Judiciário e ministros de Estado, assim como no de seus representantes, familiares e pessoas de relacionamento próximo, deverão ser executados os procedimentos previstos pela Resolução nº 29/2017. Entre os procedimentos especiais estão: obter autorização prévia do sócio administrador para o estabelecimento de relação de negócios ou para o prosseguimento de relações já existentes, adotar as devidas diligências para estabelecer a origem dos recursos e conduzir o monitoramento reforçado e contínuo da relação de negócio. Outro ponto de destaque é a formação do Cadastro Único de Clientes do Notariado, que reunirá as informações fornecidas pelos próprios notários de forma sincronizada ou com periodicidade, no máximo, quinzenal, sobre os beneficiários finais de um determinado negócio jurídico. Neste cadastro também deverão ser disponibilizadas listagens de fraudes efetivas que tenham sido comunicadas pelos cartórios. Para fechar o ciclo deste avanço normativo no combate à corrupção, é imperioso que o Legislativo brasileiro siga o regramento de outros 89 países do mundo, que operam segundo os padrões do direito latino, e faça prevalecer a constituição, alteração e extinção de empresas por meio de escrituras públicas, fechando de vez o cerco às chamadas empresas de fachada e seus laranjas, que hoje utilizam os chamados contratos particulares. Até lá, os Cartórios, hoje administrados por profissionais formados em Direito, aprovados em rigoroso concurso público, e que já contribuem na fiscalização de tributos aos entes públicos, na segurança das relações pessoais e nos negócios jurídicos patrimoniais, abraçarão este novo desafio, estando ao lado da sociedade para operar as principais mudanças que o Brasil precisa. E o combate à corrupção é a mais premente delas. *Giselle Oliveira de Barros, presidente do Colégio Notarial do Brasil – Conselho Federal Tudo o que sabemos sobre: Consulte Mais informação: Estadão

fausto_macedo 👁👁 fausto_macedo E a cobrar cobrar e cobrar taxas por qualquer coisa... fausto_macedo Parece até piada. Os cartórios dão legalidade a várias sacanagens nesse país e se forem investigados muitos terão que fechar fausto_macedo Dos mesmos que apoiaram o $ miliciano do partido 38?

Presidentes e o meio ambiente, desde a redemocratização - Mar Sem FimAnálise da atuação dos presidentes e o meio ambiente desde a redemocratização até a eleição de Jair Messias Bolsonaro. Este, ao que parece, não aprendeu... Mar_Sem_Fim Não é sobre meio ambiente, é para atacar Lula em dois grandes parágrafos e para dizer que o filho do Lula é milionário. Mas, na frase final, diz que foi o presidente que mais criou unidades de conservação em hectares. kkk O ataque a Dilma é rasteiro. ConexaoPetista

Johnny Eduardo explica motivo de não lutar no UFC desde 2018Johnny Eduardo explica motivo de não lutar no UFC desde 2018 ESPNKnockOut

Emprego e juro baixo puxam intenção de consumo para maior nível desde 2015Melhora de acesso ao crédito impulsionou indicador da Confederação Nacional do Comércio para melhor patamar em quase cinco anos Na China? Onde isso? Ueee.. Mas o equipe do governo ñ era boa? O que houve? Teve que falar a verdade?! Parabéns atual governo está fazendo um excelente trabalho!! Eu tenho intenção de sair por aí fodendo com TDS as putas padrão Bahamas,mas fico só na intenção pq dinheiro no bolso não tenho. Ah vá de boas intenções o inferno tá cheio, veja!

Petrobras tenta conter maior greve desde 1995 com oferta de dinheiro para quem não aderir a paralisaçãoE-mail interno obtido pela BBC News Brasil mostra que companhia anunciou antecipação do pagamento do prêmio por performance dos funcionários - que substitui o pagamento de participação nos lucros da empresa, extinto a partir de 2020. Privatiza/desestatiza logo !!!! Pra mim isso não está cheirando bem! Não sei se é cheiro de merda ou de cana, de molusco ou de cadeia... mas algo não cheira bem 🤔🤔🤔🤔 Isso Datena não mostra!! Isso o cidade alerta não mostra!! Isso a rede do Planalto não mostra!!! Isso a Globo não mostra?

Adaptação dos novos zagueiros do Flamengo é elogiada e detalhadaDe volta à disposição de Jesus, Rodrigo Caio falou à imprensa sobre conversas e projeções a respeito de Gustavo Henrique e Léo Pereira; Gustavo jogará com Caio na ida da Recopa

Compliance para partidos políticos não sai do papel - Política - EstadãoProjeto que prevê mecanismo de transparência para o combate à corrupção está pronto para ser votado pelo plenário do Senado Politica É complicado. Politica Compliance para partidos políticos? Politica Da série 'Faz-me Rir'!



Mortos em casa e cadáveres nas ruas: o colapso funerário causado pelo coronavírus no Equador

Da Vera: Ao se associar a Lula, Doria comete seu maior erro na crise

Internações por problemas respiratórios cresceram na última semana, mas em ritmo menor, diz Fiocruz

Com coronavírus, empresário faz festa com cerca de 15 pessoas no RN; 'Errei feio, fui irresponsável'

Mesário, sócio do Vasco, assinante do BBB: dados pessoais de general Heleno viram piada na internet - Política - Estadão

Médica que associou 'soro da imunidade' à Covid-19 nega intenção de enganar, mas aceita acordo com MP

Thammy revela que já fez sexo com Andressa Ferreira após parto - ISTOÉ Independente

Escrever Comentário

Thank you for your comment.
Please try again later.

Últimas Notícias

Notícia

18 fevereiro 2020, terça-feira Notícia

Notícias anteriores

Apple diz que não cumprirá projeções por conta do coronavírus - Link - Estadão

Próxima notícia

Associação de juízes dos EUA pede reunião de emergência após interferência de Trump na Justiça - Internacional - Estadão
Brasil tem 299 mortes e 7.910 casos confirmados de coronavírus, diz ministério Juiz manda Bolsonaro excluir igrejas da lista de serviços essenciais Bradesco, Itaú e Santander doam R$ 50 milhões para compra de máscaras Coronavírus: com número diário recorde, Brasil tem 58 novas mortes e total vai a 299 Máquina consegue traduzir ondas cerebrais da fala em texto Espanha está à beira do colapso sanitário com a Covid-19 - CartaCapital Número de casos confirmados de novo coronavírus passa de 1 milhão, diz levantamento Ministério da Saúde diz que primeiro caso de coronavírus no Brasil foi identificado no fim de janeiro Mourão: ‘Temos que continuar com a política de isolamento’ - Política - Estadão Curado da covid-19, Alcolumbre defende decisões de governadores por isolamento - Política - Estadão Mandetta diz que Brasil tem 'plano de logística' para buscar equipamentos na China - Saúde - Estadão Bolsonaro volta a criticar governadores e diz que medidas de Doria foram ‘veneno’ - Política - Estadão
Mortos em casa e cadáveres nas ruas: o colapso funerário causado pelo coronavírus no Equador Da Vera: Ao se associar a Lula, Doria comete seu maior erro na crise Internações por problemas respiratórios cresceram na última semana, mas em ritmo menor, diz Fiocruz Com coronavírus, empresário faz festa com cerca de 15 pessoas no RN; 'Errei feio, fui irresponsável' Mesário, sócio do Vasco, assinante do BBB: dados pessoais de general Heleno viram piada na internet - Política - Estadão Médica que associou 'soro da imunidade' à Covid-19 nega intenção de enganar, mas aceita acordo com MP Thammy revela que já fez sexo com Andressa Ferreira após parto - ISTOÉ Independente Bolsonaro apaga vídeo de desabastecimento em BH Isolada em casa, jovem ganha festa surpresa com bolo 'inspirado' na pandemia de coronavírus Felipe Prior é eliminado do 'BBB20' com 56,73% dos votos Covid-19 já mata mais por dia que a tuberculose, doença infecciosa mais letal do mundo Diretor de TV se desculpa após fazer comentários racistas sobre Maju e Thelma - Emais - Estadão