Brasileiros que cruzam Américas de moto enfrentam ameaças para entrar no Equador

Eles foram abordados quando tentavam cruzar fronteira entre Colômbia e Equador, e só conseguiram atravessar à noite, por atalho no meio do mato #G1

08/10/2019 15:00:00

Eles foram abordados quando tentavam cruzar fronteira entre Colômbia e Equador, e só conseguiram atravessar à noite, por atalho no meio do mato G1

Rodolfo de Medeiros e Claudinei Batista saíram dos EUA em 10 de setembro e pretendem cruzar 14 países até chegar ao Brasil. Eles foram abordados quando tentavam cruzar fronteira entre Colômbia e Equador, e só conseguiram atravessar à noite, por atalho no meio do mato.

Dois brasileiros que saíram dos EUA em uma aventura de moto rumo ao Brasil, passando por 14 países, enfrentaram ameaças para conseguir entrar no Equador nesta segunda-feira (7).Ao tentar atravessar a fronteira com a Colômbia, foram abordados por um grupo que participava de protestos contra o governo e tiveram que fugir, se abrigando em um posto do exército.

Três policiais militares morrem em abordagem a falso policial civil em SP No dia em que Brasil atinge 100 mil mortes por Covid-19, governo comemora 'um dos menores índices de óbitos por milhão' 100 mil mortes por Covid-19 no Brasil: veja a repercussão

Eles só conseguiram chegar ao país à noite e cruzando um caminho no meio do mato, guiados por um morador da região.“Fizemos o processo de migração no Equador, mas nem conseguimos entrar. Logo em seguida apareceu uma caminhonete cheia de uns caras armados com uns ferros, tentando bater nas motos. Conseguimos escapar por pouco, entramos em uma guarita do exército e demos um tempo ali até abaixar os ânimos. Ficamos na aduana, a Colômbia fechou a fronteira e ficamos horas esperando para seguir viagem”, explica Claudinei Batista, de 42 anos, sobre a primeira tentativa.

A moto de Claudinei Batista, no posto do exército na fronteira entre Colômbia e Equador, na segunda-feira (7) — Foto: Rodolfo de Medeiros/Arquivo pessoalAo lado do amigo Rodolfo de Medeiros, ele saiu de Miami, nos Estados Unidos, no dia 10 de setembro, com a previsão de chegar a Imbituba, em Santa Catarina, onde moram, cerca de 50 dias depois.

Ele conta que os dois já passaram por México, Belize, Guatemala, Honduras, Nicarágua, Costa Rica, Panamá e Colômbia, e só agora, ao tentar ingressar no Equador, enfrentaram dificuldades.“Antes de chegar na fronteira já estávamos com pouca gasolina e os postos já não tinham mais combustível. A gente conseguiu porque um cara arranjou com alguém um galão, alguém que tinha estocado em casa. Pagamos caríssimo (cerca de R$ 70) e mesmo assim foram só três litros”, diz.

Claudinei e Rodolfo conseguiram comprar apenas um galão de gasolina na Colômbia, antes de cruzar a fronteira com o Equador — Foto: Rodolfo de Medeiros/Arquivo pessoalVoltar para a Colômbia, segundo ele, não parecia uma boa opção. “A intenção é ir para a frente, a gente não pode voltar. Não é que não pode, mas o interessante é seguir viagem”, afirma. Ele lembra ainda que a cidade colombiana mais próxima também não oferecia muita estrutura para permanecerem.

Seguindo indicações dos militares, a dupla decidiu esperar anoitecer para tentar um caminho alternativo para cruzar a fronteira, mais “escondido”. Ainda assim, enfrentaram novas ameaças. Claudinei Batista, durante trecho da viagem pelas Américas — Foto: Rodolfo de Medeiros/Arquivo pessoal

“Derrubaram árvores para bloquear o caminho, interditaram tudo. Quando tentamos passar, ameaçaram bater nas rodas das motos com vergalhões e eu gritei ‘Brasil, Brasil’, expliquei nossa viagem, mas eles responderam ‘regressa, regressa’, não teve conversa, tivemos que voltar”, conta Batista.

Número de mortos seria 'infinitamente maior' se seguíssemos Bolsonaro, diz Mandetta - Saúde - Estadão Nas redes sociais, Bolsonaro parabeniza Palmeiras pelo título paulista - Esportes - Estadão Resultado: Palmeiras 1 X 1 Corinthians - Campeonato Paulista 2020 - 08/08/18 - Futebol - Estadão

O problema é que, desta vez, o posto da fronteira estava fechado e, já do lado equatoriano, eles não tinham mais onde ficar. A salvação veio na forma de um morador da região que conhece todos os atalhos. A moto de Rodolfo de Medeiros, durante trecho da viagem pelas Américas — Foto: Rodolfo de Medeiros/Arquivo pessoal

Consulte Mais informação: G1 »

Que atraso... FODAMSE E comer buceta, será que eles comem? E vocês divulgam

Equador transfere sede do governo de Quito para Guayaquil durante criseMedida faz parte do estado de exceção que vigora após protestos violentos por alta nos combustíveis; presidente acusa Venezuela de envolvimento em atos NÃO É PROTESTO. É GOLPE DE COMUNISTAS-partido: PFP- E SUA MASSA DE MANOBRA - INDIGENAS -ONG: CONAIE. Chegaremos lá, se depender da vontade dessa revistinha Mas a capital do Equador é Quito, é SEM PRIQUITO

'Ninguém deveria ter armas', diz John Romero, 'pai' dos games de tiro - Link - EstadãoEstadaoLink Cocriador de Doom, Wolfenstein 3D e Quake, Romero defende que as armas devem ficar apenas nos jogos, como alívio do estresse; designer de games vem ao País para a Brasil Game Show Link leobif parece o hugo mano kkk Link Foda-se o que ele acha. Por que non te Callas Estadão? Link 'Vou opinar sobre segurança pública porque já joguei muitos jogos de tiro'

Afastados da política, irmãos Vieira Lima mantêm fortuna - Política - EstadãoDois anos após apreensão de R$ 51 mi, Geddel e Lúcio enfrentam julgamento no STF Politica Eles podem Politica Fosse o 'Brejil' um país sério, todos estariam na cadeia fazendo companhia pro 'Beddel 51', q, daqui há pouco, arruma um habeas corpus no STF e sai fora pra sempre do Xilindró. Politica Não se acha 51 milhões à toa não é não.

Brasileiros descobrem 6 novas mutações para câncer de mama e ovárioAs alterações genéticas foram descobertas a partir de um estudo feito na população brasileira e pode ajudar a diagnosticar pessoas com maior risco da doença Foram resquício$ da época em q o brasil investia em pesquisas e pesquisadores? em vez d aumentar o weintrauobarg aquele atrasadao desgraçado cortou a grana, já já o brasil volta ao séc 20 aonde todos estavam indo embora.

Equador transfere sede do governo de Quito para Guayaquil, anuncia presidente Lenín MorenoPaís enfrenta uma onda de protestos após corte de subsídios dos combustíveis na semana passada. Cerco de manifestantes à capital, Quito, motivou decisão presidencial. Onde tá tendo protesto?

Polícia pedirá quebra de sigilos de advogado do PT citado pelo PCCMensagem encontrada em celular de líder da facção criminosa menciona pagamento de R$ 1,5 milhão para Geraldo Luiz Mascarenhas Prado entrar com ação no STF 🤣🤣🤣🤣 OAB não vai gostar🙄 Será