Boris Johnson afirma que chances de Brexit com acordo crescem e propõe relação próxima com UE - Internacional - Estadão

@EstadaoInter Boris Johnson diz que chances de Brexit com acordo crescem, mas reafirma saída em 31 de outubro

25.8.2019

EstadaoInter Boris Johnson diz que chances de Brexit com acordo crescem, mas reafirma saída em 31 de outubro

Primeiro-ministro britânico afirmou que negociação depende da União Europeia; Johnson e Donald Tusk prometem relação amigável após Brexit

Outra questão é como ficará a fronteira entre a Irlanda do Norte e a República da Irlanda, em caso de Brexit. Há risco de remédios e comida ficarem retidos na fronteira por até três meses. Questionado se ainda haveria absatecimento em caso de Brexit litigioso, o primeiro-ministro disse:"Essa é certamente uma garantia que podemos fazer". Em seguida, acrescentou:"Eu não quero neste estágio dizer que não haverá dificuldades imprevistas".

Consulte Mais informação: Estadão

Boris Johnson defende acordo para Brexit, sem dispositivo para fronteiras irlandesas - Internacional - EstadãoPouco antes de encontro do G-7, primeiro-ministro britânico criticou opção de regime aduaneiro único em caso de impasse entre Irlanda e Irlanda do Norte

Johnson diz que UE vai precisar renegociar saída do Reino Unido se não quiser um 'Brexit sem acordo'Primeiro-ministro britânico respondeu comentários do presidente do Conselho Europeu de que não iria cooperar com um rompimento sem pacto.

Trump diz que Boris Johnson é o 'homem certo' para Brexit e propõe acordo comercial; Johnson declina - Internacional - EstadãoDonald Trump espera parceria comercial até 31 de outubro de 2020; primeiro-ministro afirmou que acordo comercial deve demorar mais

Boris Johnson defende acordo para Brexit, sem dispositivo para fronteiras irlandesas - Internacional - EstadãoPouco antes de encontro do G-7, primeiro-ministro britânico criticou opção de regime aduaneiro único em caso de impasse entre Irlanda e Irlanda do Norte

Trump diz que Boris Johnson é o 'homem certo' para Brexit e propõe acordo comercial; Johnson declina - Internacional - EstadãoDonald Trump espera parceria comercial até 31 de outubro de 2020; primeiro-ministro afirmou que acordo comercial deve demorar mais

Escrever Comentário

Thank you for your comment.
Please try again later.

Últimas Notícias

Notícia

25 agosto 2019, domingo Notícia

Notícias anteriores

Queimadas disparam, mas multas do Ibama despencam sob Bolsonaro

Próxima notícia

Trump lamenta não ter aumentado ainda mais tarifas contra a China
Notícias anteriores Próxima notícia