Boris Johnson afirma que chances de Brexit com acordo crescem e propõe relação próxima com UE - Internacional - Estadão

@EstadaoInter Boris Johnson diz que chances de Brexit com acordo crescem, mas reafirma saída em 31 de outubro

25/08/2019 16:10:00

EstadaoInter Boris Johnson diz que chances de Brexit com acordo crescem, mas reafirma saída em 31 de outubro

Primeiro-ministro britânico afirmou que negociação depende da União Europeia; Johnson e Donald Tusk prometem relação amigável após Brexit

25 de agosto de 2019 | 09h39Boris Johnson afirmou neste domingo, após café da manhã do G-7 em Biarritz, na França, que a possibilidade de um Brexit sem acordo passou"de um milhão para um". Ele disse que estava "otimista" e achou que a União Europeia entenderia que há uma"oportunidade de fazer um acordo". 

Fotógrafo da vida selvagem fica de frente com onça-pintada no Pantanal de MS: 'Foram 6 anos por esse encontro' Após entregador ser humilhado por ofensas racistas em Valinhos, empresa diz que vai excluir usuário da plataforma Ministério Público do Paraguai pede liberdade a Ronaldinho Gaúcho e irmão

LEIA TAMBÉMBrexit: guia para entender a saída do Reino Unido da União EuropeiaO primeiro-ministro britânico, porém, disse repetidamente que o Reino Unido deixará o bloco em 31 de outubro e afirmou que"tudo depende de nossos amigos e parceiros da União Europeia". Quando pressionado sobre as reais chances de diálogo, ressaltou:"Eu acho que vai ser tocar e ir embora. Mas o importante é se preparar para sair sem um acordo." 

Outra questão é como ficará a fronteira entre a Irlanda do Norte e a República da Irlanda, em caso de Brexit. Há risco de remédios e comida ficarem retidos na fronteira por até três meses. Questionado se ainda haveria absatecimento em caso de Brexit litigioso, o primeiro-ministro disse:"Essa é certamente uma garantia que podemos fazer". Em seguida, acrescentou:"Eu não quero neste estágio dizer que não haverá dificuldades imprevistas".

No entanto, falando na cúpula do G7 no domingo, ele disse:"Eu acho que nos últimos dias tem havido uma percepção em Bruxelas e outras capitais européias qual é a forma do problema para o Reino Unido". Dialógo pós-Brexit

Boris Johnson e o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, tiveram um diálogo amigável na manhã deste domingo, 25, sobre o futuro da relação entre Reino Unido e União Europeia após o Brexit. No sábado, Tusk afirmou que Johnson não estava aberto para negociar. O primeiro-ministro britânico afirmou o mesmo sobre Tusk.

Johnson disse que ele e Tusk concordaram em grande parte nas principais questões do planeta e que Tusk concordou que a Grã-Bretanha e a Europa permaneceriam próximas, independentemente do que acontecesse no dia 31 de outubro. / BBC, Reuters e AP

Consulte Mais informação: Estadão »

Boris Johnson defende acordo para Brexit, sem dispositivo para fronteiras irlandesas - Internacional - EstadãoPouco antes de encontro do G-7, primeiro-ministro britânico criticou opção de regime aduaneiro único em caso de impasse entre Irlanda e Irlanda do Norte

Johnson diz que UE vai precisar renegociar saída do Reino Unido se não quiser um 'Brexit sem acordo'Primeiro-ministro britânico respondeu comentários do presidente do Conselho Europeu de que não iria cooperar com um rompimento sem pacto.

Trump diz que Boris Johnson é o 'homem certo' para Brexit e propõe acordo comercial; Johnson declina - Internacional - EstadãoDonald Trump espera parceria comercial até 31 de outubro de 2020; primeiro-ministro afirmou que acordo comercial deve demorar mais

Boris Johnson defende acordo para Brexit, sem dispositivo para fronteiras irlandesas - Internacional - EstadãoPouco antes de encontro do G-7, primeiro-ministro britânico criticou opção de regime aduaneiro único em caso de impasse entre Irlanda e Irlanda do Norte

Trump diz que Boris Johnson é o 'homem certo' para Brexit e propõe acordo comercial; Johnson declina - Internacional - EstadãoDonald Trump espera parceria comercial até 31 de outubro de 2020; primeiro-ministro afirmou que acordo comercial deve demorar mais