Bolsonaro está tirando o auxílio de 18 milhões de miseráveis | Thomas Traumann

Thomas Traumann: Bolsonaro está tirando o auxílio de 18 milhões de miseráveis

24/10/2021 23:30:00

Thomas Traumann: Bolsonaro está tirando o auxílio de 18 milhões de miseráveis

Novo programa, só mantém renda para 17 milhões dos 35 milhões que recebem benefício

PublicidadePublicidadeComo a gritaria no mercado com o fim do teto de gastos foi estrondosa, passou batido o ponto mais importante na transformação do Bolsa Família em Auxílio. Ao contrário do que parece, Jair Bolsonaro está reduzindo o número de brasileiros atendidos. No auge do Auxílio Emergencial, em agosto de 2020, 69 milhões foram beneficiados e a aprovação do governo Bolsonaro passou dos 40% e em alguns casos chegou a 50%. Hoje são 35 milhões de pessoas e a aprovação do governo Bolsonaro está entre 25% e 30%, dependendo da pesquisa Como a nova proposta, serão 17 milhões (a soma dos 14 milhões de inscritos no Bolsa Família mais 3 milhões de inscritos na fila). O

Bolsonaro diz que Moro não aguenta '10 segundos de debate' - Política - Estadão Moro não aguenta 10 segundos de debate comigo, diz Bolsonaro Bruno Araújo: ‘Espero que Alckmin não tente limpar a história do PT’ - Política - Estadão

valor sai de R$ 300 para R$ 400, é verdade, mas 18 milhões serão excluídos do programa. É básico do ser humano a sensação de frustração e de raiva dos que forem deixados no caminho. Quando essa conta ficar clara para as pessoas que forem excluídas, o risco de a popularidade de Bolsonaro cair ao invés de subir é gigante.

Por isso, não é desprezível a possibilidade de o Congresso ampliar a base e o valor do Auxílio quando votar a proposta nesta semana. Quem se espantou com a velocidade com que Bolsonaro humilhou publicamente o ministro Paulo Guedes e deu de ombros para a reação do mercado financeiro ao fim do Teto de Gastos, precisa olhar a pesquisa Ideia divulgada na sexta-feira (22/10). Os principais números: headtopics.com

79% acham que a inflação é um grande problema68% mudaram hábitos alimentares61% acham que os preços vão continuar subindo74% estão comendo menos carne45% acham que a responsabilidade da alta da gasolina é do governo federal. Só 28% caem na lorota de que a cukpa ;e dos governadores

Continua após a publicidadeSó 21% acham que a economia vai melhorar nos próximos 12 mesesO custo do presidente de perder a máscara pró-mercado é alto (na semana o índice da bolsa caiu 7,26% e o dólar subiu 3,15%), mas a conclusão no Palácio do Planalto é clara: ou era isso ou era a derrota em 2022. Se nada fosse feito para reduzir o custo de vida dos mais pobres, a popularidade de Bolsonaro seria corroída a ponto de ele correr o risco de seus eleitores escolherem um outro candidato para enfrentar Luiz Inácio Lula da Silva em um eventual segundo turno. Bolsonaro está indo para o tudo ou nada, porque se não reagisse caminhava para o nada.

O Brasil já teve presidentes no modo 100% eleitoral antes (Sarney 1986, FHC 1998 e Dilma 2014, para citar os casos mais conhecidos), mas o que vem agora tem riscos maiores. A combinação de inflação de 10%, desemprego de 13%, aumento da miséria, crescimento baixo, pressão do câmbio, fragilidade fiscal e a oposição liderando as pesquisas são parte de uma tempestade perfeita. A possibilidade de Bolsonaro errar a mão e o País entrar numa espiral de crise econômica para além de 2022 é real. Há uma sensação de 2002 no ar.

Bolsonaro lidera um governo fragilizado e a história recente mostra que toda vez que o presidente está ferido, a fome dos tubarões aumenta. É previsível a ameaça da dos vários grupos de interesse que orbitam em torno do bolsonarismo. Os caminhoneiros prometem uma paralisação a partir do dia 1.o de novembro, reclamando de um aumento de 49% no preço do diesel entre janeiro e outubro. A rejeição unânime das várias organizações de caminhoneiros contra a proposta de Bolsonaro de oferecer um auxílio de R$ 400 para a categoria é um indicador de que a possibilidade de paralisação é uma realidade. headtopics.com

Brasil tem 115 mortes por Covid em 24h, média entra em queda Farofa da GKay: fãs derrubam grade para tentar entrar em hotel onde ocorre festa da influencer, em Fortaleza; vídeo Rosa Weber acolhe pedido de Lira e Pacheco e libera emendas do relator | Radar

Os evangélicos vão cobrar com mais ênfase a ação de Bolsonaro para aprovar a indicação do pastor presbiteriano e ex-ministro André Mendonça para o STF.É politicamente impossível a Petrobras chegar ao fim do ano com a mesma política de preços. O repasse automático das variações internacionais foi substituído por um atraso compulsório, mas com a alta constante no mercado internacional o consumidor mal sente a diferença. Haverá uma intervenção via Congresso para que a Petrobras segure os preços dos combustíveis e do gás de cozinha sob a alegação que o petróleo extraído dentro do Brasil não deve ser calculado pelo mesmo valor do combustível importado. É como se a Petrobras repetisse o papel que teve no primeiro governo Dilma de subsidiar o combustível.

Com as tarifas de energia elétrica 25% mais caras neste ano é altamente provável que este governo promova para 2021 algum tipo de alívio para os consumidores. Com as chuvas de setembro, o risco de racionamento de energia diminuiu, mas ainda há a possibilidade de apagões esporádicos no verão. Não se deve esquecer que FHC carregou por anos o racionamento de energia como a marca do seu segundo mandato.

Consulte Mais informação: VEJA »

Após receber medalha, Bolsonaro é vaiado e chamado de genocida na Câmara

Sob protestos de deputados da oposição, presidente foi condecorado por Arthur Lira (PP-AL)

Além do que este dinheiro que ele pago a estas famílias vai se dissolver devido a inflação e juros altos, resumindo mais u.a enganação. STF, a esquerda, a imprensa, os corruptos que viram uma oportunidade de ouro com a pandemia, decidiram q o combate á pandemia era responsabilidade de prefeitos e governadores e de fato desviaram os bilhões mandados por Bolsonaro e agora querem responsabilizar o Mito pelas mortes.

Fácil ficar falando que nosso presidente está tirando, quando não olham para o que ele está fazendo. Não fazem o trabalho de pesquisar algo simples e querem vir falar mal do Bolsonaro. Vamos refazer a chamada:”ESTÁ TIRANDO 18 milhões de miseráveis da extrema pobreza aumentando o benefício aos mesmos”..

Duvido Bolsominions respiram aliviados pois não esta tirando das filhas dos militares. Fique em casa...e a conta chegou Fake news, de novo. E vocês da Veja, com suas capas ridículas e partidárias, são os culpados.

‘Expertise’ do Centrão em programas do PT auxilia Bolsonaro no Auxílio BrasilDois expoentes do Centrão, egressos de governos petistas, participaram da engenharia por trás do Auxílio Brasil de Jair Bolsonaro. colunadoestadao E o PT voltou.....

Melhor um na mão do q dois voando Galera q realmente precisa terá, quem tem físico pra trabalhar q trabalhe Pega fogo 🔥cabaré 🔥🔥 Bozoasno é um mentiroso patológico, lunático, com sede de poder! Desgoverno fuleragem!

Auxílio Brasil de Bolsonaro também é ‘Auxílio Centrão’; leia análise - Política - EstadãoCom o preço da gasolina beirando R$ 7,50 e com 600 mil mortes por covid-19, presidente precisará de mais do que distribuir dinheiro Politica Todos tem chance! Politica ELE ESTÁ MAIS PERDIDO QUE AGULHAS EM PALHEIROS, DO JEITO QUE ESTÁ TENTANDO COMPRAR ELEITORES, VAI PRECISAR DE 10 TRILHÕES DE DÓLARES, COISA QUE O BRASIL NÃO TEM !!! Politica Só se o povo persistir na burrice

Brasil chega a 51% da população com vacinação completa contra a covid-19 - Saúde - EstadãoNúmero de habitantes que receberam ao menos uma dose de vacina é de 152 milhões Não tomei e tenho orgulho disso Nessa hora, tem gente no Palácio do Planalto se perguntando porque tanta gente quer ter AIDS Mais da metade dos brasileiros completamente vacinados. Ainda assim em 2021 teve o dobro de mortes do que em 2020 sem vacinação. 🤔

Brasil tem 108,8 milhões de pessoas totalmente imunizadas contra a covid-19 - Saúde - EstadãoNúmero de habitantes que receberam ao menos uma dose de vacina é de 152,8 milhões XeuleBot

Covid-19: Mais de 109,3 milhões de brasileiros estão totalmente imunizadosLevantamento de VEJA acompanha a quantidade de pessoas imunizadas em todos os estados do país Agora vai se um problema sério com o HIV, né? Boksonaro disse e a gente escreve só para lembrar que há sempre mais espaço para estupidez alheia 'imunizados' sim abiguinho 👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻💉