Cartacapital, Carta Capital, Manuela Carta, Mino Carta, Lula, Política, Economia, Sociedade, Brasil, Progressista, Jornalismo Crítico, Transparente, Ana Luiza Basilio, Moro, Veja, İstoé, Editora Confiança, Assine Carta, Assine Carta Capital, Esquerda, Luiz Inácio Lula Da Silva, Delfim Neto, Afonsinho, Belluzzo, Revista Época, Bndes, Correios, Funai, Cidadania, Lava Jato

Cartacapital, Carta Capital

Bolsonaro diz que auxílio emergencial pode ter 4ª parcela, mas com valor menor - CartaCapital

O presidente não especificou qual seria o novo valor. Na proposta inicial antes de acordo com Congresso, Paulo Guedes havia sugerido R$ 200

29/05/2020 13:46:00

O presidente não especificou qual seria o novo valor. Na proposta inicial antes de acordo com Congresso, Paulo Guedes havia sugerido R$ 200

O presidente não especificou qual seria o novo valor. Na proposta inicial antes de acordo com Congresso, Paulo Guedes havia sugerido R$ 200

Mais cedo, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu a permanência por mais tempo do pagamento do auxílio emergencial, mantendo-se o valor de R$ 600. Na época das negociações, Paulo Guedes havia sugerido, em um primeiro momento, a quantia de R$ 200. Após a pressão da Câmara para aumentar o valor para ao menos R$ 500, o governo acordou a quantia atual.

Doria diz que imagens de violência policial contra mulher negra em Parelheiros 'causam repulsa' e condena conduta de PMs Estudante picado por naja no DF recebe alta da UTI Da prisão a Hollywood, a incrível história de Danny Trejo, o ator que ganha a vida morrendo na tela

Reformas e mudanças trabalhistasBolsonaro disse que, após a pandemia da covid-19, uma das prioridades do governo, na área econômica, será a retomada do projeto da chamada Carteira de Trabalho Verde e Amarela, programa do governo que altera a lei trabalhista e que caducou na Câmara, quando apresentada pela primeira vez, por apresentar pontos considerados prejudiciais aos trabalhadores.

Bolsonaro afirmou que a equipe econômica, encabeçada por Paulo Guedes, quer manter o foco em retomar reformas estruturantes mesmo após o baixo crescimento do País em 2019.➤Com MP, Bolsonaro fica na contramão mundial de garantias trabalhistas

“O Paulo Guedes quer dar uma flexibilizada para facilitar a empregabilidade. A gente vai precisar disso, não adianta falar que tem todos o direitos e não ter emprego pela frente. Só tem uma maneira: desonerar, descomplicar, simplificar a questão trabalhista”, disse Bolsonaro.

Na reunião ministerial do dia 22 de abril, Guedes também confirmou seus planos de privatização massiva de empresas públicas brasileiras, tal como o Banco do Brasil. Na live, Bolsonaro deu certeza apenas para a rpivatização dos Correios. “Estamos sim buscando privatizar muita coisa, mas não é fácil. Tem empresas que obrigatoriamente passam pelo Congresso, vai ter reação”, disse.

*Com informações da Agência BrasilMuito obrigado por ter chegado até aqui...... Mas não se vá ainda. Ajude-nos a manter de pé o trabalho deCartaCapital.O jornalismo vigia a fronteira entre a civilização e a barbárie. Fiscaliza o poder em todas as suas dimensões. Está a serviço da democracia e da diversidade de opinião, contra a escuridão do autoritarismo do pensamento único, da ignorância e da brutalidade. Há 25 anos

CartaCapitalexercita o espírito crítico, fiel à verdade factual, atenta ao compromisso de fiscalizar o poder onde quer que ele se manifeste.Nunca antes o jornalismo se fez tão necessário e nunca dependeu tanto da contribuição de cada um dos leitores. Seja

Atriz Kelly Preston, mulher de John Travolta, morre aos 57 anos Mandetta, Teich e especialistas debatem pandemia do novo coronavírus no Brasil Adolescente mata amiga com tiro acidental após pegar arma do pai em condomínio de luxo em Cuiabá, diz PM

Sócio CartaCapital Consulte Mais informação: CartaCapital »

Pelo menos um salário mínimo. Pra manter o apoio em 33% pelo menos até às eleições pra prefeitos. Esse fascinora assim que puder corta tudo, e se possível pede pra pagarem de volta com juros Para o Paulo Guedes, pra quem precisa é 0 reais! E para bancos e grandes empresas bilhões. Não recebi nem a primeira e já estão na quarta!!!😒

Pro povo não tem nada. Pros bancos... SE FOR 200 ENFIA LÁ NAQUELE LUGAR .....

Primeira parcela do auxílio emergencial ainda não chegou a 1/3 dos solicitantes, aponta Datafolha - CartaCapitalOs dados são de levantamento do Datafolha. Segundo o governo, cerca de 10 milhões de pessoas ainda aguardam resposta sobre o auxílio Enquanto isso muitos estão passando necessitadades. ja estou indo pra terceira tentativa, os dados q insiro, mesmo corretos dão como insuficientes. já fui a caixa e me encaminharam pro dataprev, tá foda conseguir esse rolê.

Auxílio Emergencial: 1/3 de quem requisitou benefício não recebeu nenhuma parcela, diz DatafolhaAuxílioEmergencial - 1/3 de quem requisitou benefício não recebeu nenhuma parcela, diz Datafolha G1 Mas segundo os apoiadores do governo o programa é um sucesso. E segundo o Paulo Guedes não pode continuar pagando porque 'vagabundo recebe 600 de graça e não quer trabalhar nunca mais' ainda querem o auxílio a R$ 200 () 600 quase não ajuda quem paga aluguel e tem filhos pra cuidar... se fuder viu E aquela conversa mole de que 80 milhões já tinham recebido?

Com veto a reajuste de servidor, Bolsonaro sanciona ajuda aos estadosLei prevê o pagamento de R$ 60 bi em parcelas como auxílio emergencial aos entes federativos; na véspera, Bolsonaro autorizou reajuste a policiais do DF Se não for militar ou da polícia.... Louco!! depois de 25% de aumento pra polícia do DF, custo de R$ 505 milhoes ao ano. Alguem aí se lembra de ter recebido um aumento de 25%?

Inter de Milão e PSG entram em acordo por Icardi, diz jornalVenda de atacante pode tornar mais difícil a transferência de Lautaro Martínez para o Barcelona por um valor menor do que o clube italiano pretende receber

Bolsonaro diz que 'vai ter mais' operações da PF no Rio - Política - EstadãoNa saída do Alvorada, presidente não comentou a ação desta quarta-feira, que mira aliados seu Politica No Vivendas? Politica Isso mesmo, tá na hora de agir. Politica kkkkkkkk

Bolsonaro diz que pode indicar Aras para o STF 'se aparecer uma terceira vaga'Presidente afirmou em transmissão por rede social que atual chefe da PGR não está cotado para substituir Celso de Mello e Marco Aurélio Mello, que se aposentam por idade até 2021. la vai o idiota Em pleno inquérito que investiga o presidente ele solta essa. É quase certo que o arquivAras vai arquivar o processo. ImpeachmentHeleno Vamos derrubar o Moraes, simples presidente.