BC revisa dados e rombo nas contas externas cresce 46,60% em 2018 - Economia - Estadão

BC revisa dados e rombo nas contas externas cresce 46,60% em 2018

24.9.2019

BC revisa dados e rombo nas contas externas cresce 46,60% em 2018

Déficit em conta corrente somou US$ 21,946 bilhões, contra US$ 14,970 bilhões contabilizados originalmente

Os dados revisados do BC mostraram que, em 2018, o déficit em conta corrente somou US$ 21,946 bilhões. O rombo é 46,60% superior aos US$ 14,970 bilhões contabilizados originalmente. O resultado da conta corrente traduz a relação do Brasil com outros países nas áreas comercial (exportações menos importações), de serviços (gastos com viagens e aluguel de equipamentos, entre outros) e de rendas (pagamentos de juros e remessas de lucros, entre outros).

Essas revisões ocorreram para refletir de forma mais adequada o que de fato vem ocorrendo na relação entre o Brasil e o restante do mundo. O chefe do Departamento de Estatísticas do BC, Fernando Rocha, explicou que, em 2006, uma lei eliminou a cobertura cambial obrigatória das exportações. Isso significa que, ao vender para outros países, uma empresa brasileira deixou de ser obrigada a internalizar todos os recursos provenientes das exportações.

A partir da utilização de novas fontes de dados - como as respostas das empresas à pesquisa de Capitais Brasileiros no Exterior nos últimos dois anos -, foi possível ao BC identificar de forma mais precisa o que era feito com os recursos que ficavam lá fora.

Em 2018, o saldo da conta de créditos comerciais ativos - formada pela exportação de produtos, mas não internalização de recursos - era de US$ 51,2 bilhões. Com a utilização das novas fontes de dados, a revisão das estatísticas do balanço de pagamentos apontou para um crédito comercial ativo de US$ 7,3 bilhões.

“Melhoramos a qualidade das estatísticas, o que levou a déficits maiores nas contas externas e ingresso menor de IDP, mas a sustentabilidade das transações correntes continua inalterada”, defendeu Rocha.

O BC também promoveu melhorias nas estatísticas ligadas aos bancos, o que provocou revisões nas séries a partir de 2015. Pelas regras em vigor, uma operação entre instituição financeira no exterior e um banco no Brasil, de um mesmo grupo, é tratada como empréstimo comum - e não como operações intercompanhias. Portanto, não impacta o IDP.

Consulte Mais informação: Estadão

bchartsnet

O tesouro de US$ 20 bilhões perdido no mar da ColômbiaDurante séculos, um navio afundado ficou perdido no fundo do oceano - mas agora que foi encontrado, está no centro de uma disputa por suas riquezas. é da shakira, pronto e acabou kkk pertence nação d origem

Pokémon GO fatura US$ 176 milhões; novamente o game mais lucrativo do mundoEm agosto, os monstrinhos de bolso registraram um ganho de US$ 176 milhões, garantindo ao Pokémon GO a marca de jogo mobile mais lucrativo do mês - e o maior lucro da história do game em si tecmundo sonzenho chozak19

Reguladora americana acusa Ghosh de ocultar US$ 140 milhões de investidores - ISTOÉ IndependenteReguladores de valores mobiliários dos EUA acusaram nesta segunda-feira (23) a montadora japonesa Nissan e seu ex-CEO Carlos Ghosn de ocultar mais de US$ 140 milhões de investidores na renda esperada de aposentadoria do ex-executivo. Ghosn pagará US$ 1 milhão em multas para encerrar o caso, sem admitir má conduta, e será impedido de atuar … Oh my Gosh!!!

França anuncia US$ 500 milhões para proteger Amazônia em parceria com ONG e bancos internacionaisMacron lidera mobilização por recursos. Anúncio foi feito nesta segunda (23) em reunião paralela à Cúpula do Clima, em Nova York. Ele lamentou ausência do Brasil no encontro. Enquanto isso o que resta da França vai sendo destruído e apagado aos poucos, parabéns ao povo francês encheram um incompetente entreguista para governar o País. Que não venha se me ter no país dos outros. Empresa covarde com vidas de bois indefesos em rodeio, com post inútil. Quem faz covardia com vida, tá preocupada com floresta? Quanta covardia. Proteger? Quer mesmo é acesso as riquezas da Amazônia.

Cresce procura por curso de árbitra de futebol em São Paulo - Esportes - EstadãoCresce procura por curso de árbitra de futebol em São Paulo e número de inscrições é recorde -via EstadaoEsporte Esporte 👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼 Esporte Pagando bem, que mal tem.E segue o circo.

Escrever Comentário

Thank you for your comment.
Please try again later.

Últimas Notícias

Notícia

24 setembro 2019, terça-feira Notícia

Notícias anteriores

Araújo troca reunião sobre Venezuela por evento de religião com Trump - Internacional - Estadão

Próxima notícia

Ceará quebra recorde com 596 kitesurfistas velejando juntos - Geral - Fera