Ataque suicida deixa 19 mortos em centro educacional de Cabul

30/09/2022 12:09:00

Vídeos publicados nas redes sociais e fotografias da imprensa local mostram as vítimas sendo retiradas do local. Muitas vítimas levadas para os hospitais eram mulheres.

Vídeos publicados nas redes sociais e fotografias da imprensa local mostram as vítimas sendo retiradas do local. Muitas vítimas levadas para os hospitais eram mulheres.

Dezenove pessoas morreram em um atentado suicida nesta sexta-feira em um centro de ensino de Cabul, em um bairro de forte presença da minoria hazara, cenário de alguns dos ataques mais violentos no Afeganistão...

Dezenove pessoas morreram em um atentado suicida nesta sexta-feira em um centro de ensino de Cabul, em um bairro de forte presença da minoria hazara, cenário de alguns dos ataques mais violentos no Afeganistão nos últimos anos.“Os estudantes estavam se preparando para uma prova quando um homem-bomba detonou sua carga explosiva no centro de ensino. Infelizmente, 19 pessoas morreram e 27 ficaram feridas”, afirmou o porta-voz da polícia, Khalid Zadran.

O estabelecimento atacado prepara alunos, de 18 anos ou mais, para as provas de acesso às universidades.Vídeos publicados nas redes sociais e fotografias da imprensa local mostram as vítimas sendo retiradas do local.Muitas vítimas levadas para os hospitais eram mulheres, de acordo com um correspondente da AFP.

Consulte Mais informação:
Revista ISTOÉ »

Copa do Catar: Neymar treina em piscina e diz estar 'zerado' de lesão no tornozelo

Atacante trabalha separado do restante do grupo pelo sexto dia consecutivo, mas empolga para retorno nas oitavas de final Consulte Mais informação >>

Chuva volta a preocupar moradores de Petrópolis 7 meses depois de tragédiaHá relatos de localidades em risco iminente de novos desmoronamentos; temporais de fevereiro na cidade fluminense deixaram mais de 230 mortos

Otan diz que gasoduto foi sabotado e alerta que vai defender infraestrutura energéticaDeclaração marca a primeira vez em que aliança alerta que defenderá e se defenderá de ataques Kkkkkk Quem diz que EUA (OTAN) nem fez a sabotagem, hoje eles são os maiores fornecedores de óleos e gás para a Europa...🤔 Estão ganhando bilhões com essa guerra, além +empregos nos EUA.🤔

Sobe para quatro o número de mortos em queda de ponte em ManausDesabamento na BR-319, ligação entre Manaus e Porto Velho, no norte do país, aconteceu na manhã da última quarta-feira (28)

VÍDEO: Briga entre torcedores do Cruzeiro e Palmeiras deixa feridos em praça de pedágio em MinasPresidente da Mancha Verde, Jorge Luís, estava no ônibus que seguia viagem de SP para BH e está entre os agredidos na BR-381, em Carmópolis de Minas. Confronto foi com outra organizada, a Máfia Azul. torcedores não, bandidos mesmo. torcedor não faz isso. Jogo de torcida única em todo Brasil já Lamentável 😔

Compartilhe Dezenove pessoas morreram em um atentado suicida nesta sexta-feira em um centro de ensino de Cabul, em um bairro de forte presença da minoria hazara, cenário de alguns dos ataques mais violentos no Afeganistão nos últimos anos.Há relatos de localidades em risco iminente de novos desmoronamentos; temporais de fevereiro deixaram 233 mortos Karol Neves* 28/09/2022 • 14:11 - Atualizado em 28/09/2022 • 14:30 Chuva volta a preocupar moradores de Petrópolis, 7 meses depois de tragédia Reprodução Sete meses depois da tragédia que matou 233 pessoas , moradores da cidade de Petrópolis, na Região Serrana do Rio, estão sofrendo, mais uma vez, com as consequências da chuva forte que cai nesta quarta-feira (28) no local, que ainda não está preparado para receber um novo período de cheia.A Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) disse nesta quinta-feira que a série de vazamentos no complexo de oleodutos Nord Stream, entre a Rússia e a Europa, foi causada por sabotagem e que os ataques à infraestrutura de seus associados seriam recebidos com uma resposta coletiva da aliança militar.O corpo de mais uma vítima foi encontrado e as buscas por possíveis desaparecidos continuam.

“Os estudantes estavam se preparando para uma prova quando um homem-bomba detonou sua carga explosiva no centro de ensino. Infelizmente, 19 pessoas morreram e 27 ficaram feridas”, afirmou o porta-voz da polícia, Khalid Zadran. É medo, é revolta, é insegurança, eu tenho duas crianças, um de 8, uma de 4, que tá fazendo tratamento psicológico porque eles viram tudo o que aconteceu. O estabelecimento atacado prepara alunos, de 18 anos ou mais, para as provas de acesso às universidades. Vídeos publicados nas redes sociais e fotografias da imprensa local mostram as vítimas sendo retiradas do local. Moradores do Alto da Serra, região mais atingida no início do ano, onde 158 pessoas morreram, denunciam a pressão da Prefeitura para voltarem a morar no local, mesmo sem qualquer intervenção na área. Muitas vítimas levadas para os hospitais eram mulheres, de acordo com um correspondente da AFP. Durante o dia, viaturas da corporação foram enviadas ao local do acidente com equipamentos para fazer flutuar os veículos afundados.

As forças de segurança foram enviadas ao local, enquanto as famílias seguiam para os hospitais em busca de informações sobre os parentes. Na madrugada da última terça-feira (27), uma casa foi interditada depois de ter sido atingida por uma pedra, no bairro Nova Cascatinha. Em um hospital, os combatentes talibãs obrigaram os parentes a abandonar o local pelo temor de um novo ataque contra a multidão. Listas com os nomes das vítimas fatais e dos feridos foram colocadas nas entradas dos centros médicos. Ninguém ficou ferido. – “Alvos civis” – “Não a encontramos aqui”, disse, muito nervosa, uma mulher que procurava a irmã em um hospital. “Tem 19 anos. Ele afirmou que os riscos de deslizamentos são menores, pois o solo não está tão úmido, mas há chances de inundações. Moradores da região afirmam que rachaduras começaram a aparecer na estrutura ao longo da semana, mas as autoridades nada fizeram para suspender a circulação de veículos.

Estamos ligando, mas não responde”, afirmou. O porta-voz do ministério do Interior, Nafy Takor, afirmou que o ataque aconteceu no centro educacional Kaj e informou que as forças de segurança seguiram para o local. O Instituto Nacional de Meteorologia publicou um aviso na última terça-feira (27) anunciando que as chuvas vão ficar entre 30 a 60 mm/h ou 50 a 100 mm/dia. “A natureza do ataque e informações sobre as vítimas serão divulgados mais tarde”, disse. “Atacar alvos civis demonstra a crueldade desumana do inimigo e a falta de parâmetros morais”, acrescentou. O Ministério Público vai pedir uma segunda opinião à equipe de peritos e ao Departamento de Recursos Minerais do Estado do Rio sobre a reavaliação da região. O retorno dos talibãs ao poder no Afeganistão acabou com duas décadas de guerra no país e provocou uma redução considerável dos índices de violência, mas os desafios na área de segurança assombram o movimento islamita. Veja também.

Os xiitas hazaras sofreram décadas de perseguição, também do Talibã, movimento acusado de atrocidades contra este grupo étnico durante seu primeiro período no poder (1996-2001). "A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Obras (Seinfra) reitera que as obras de reforço estrutural do túnel extravasor, em Petrópolis, seguem seu cronograma normal. Atualmente, os hazaras também são alvos frequentes dos ataques do principal inimigo do Talibã, o grupo extremista Estado Islâmico (EI). Os dois movimentos fundamentalistas consideram os hazaras hereges. As comportas foram instaladas no ponto de coleta no Rio Palatinato, evitando assim a passagem de água na galeria, essencial para a evolução dos trabalhos" afirmou a Seinfra em nota. O bairro da zona oeste de Cabul já foi cenário de vários ataques, muitos contra crianças, mulheres e escolas. Em abril, duas explosões em centros de ensino da região mataram seis pessoas e deixaram 20 feridas.

No ano passado, antes do retorno dos talibãs ao poder, ao menos 85 pessoas morreram, a maioria alunas, e quase 300 ficaram feridas nas explosões de três bombas perto de uma escola em Dasht-e-Barchi. Nenhum grupo reivindicou o ataque, mas um ano antes o EI assumiu um atentado suicida contra um centro de ensino na mesma área que matou 24 pessoas. Em maio de 2020, o grupo também assumiu a responsabilidade por um ataque armado contra a maternidade de um hospital do bairro, que matou 25 pessoas, incluindo mães que haviam acabado de ter seus filhos. A educação é uma questão muito delicada no Afeganistão. O Talibã não permite a reabertura das escolas do Ensino Médio para meninas, enquanto o EI é contrário a qualquer tipo de ensino para mulheres.

.