Bahia, Médico

Bahia, Médico

Após denúncia de parentes, polícia investiga se pediatra foi morto por alertar família sobre suposto abuso sexual contra criança

Após denúncia de parentes, polícia investiga se pediatra foi morto por alertar família sobre suposto abuso sexual contra criança #g1 #bahia #médico

25/09/2021 19:46:00

Após denúncia de parentes, polícia investiga se pediatra foi morto por alertar família sobre suposto abuso sexual contra criança g1 bahia médico

Informação foi dada pelo irmão de Júlio César de Queiroz Teixeira, que tinha 44 anos e foi assassinado dentro de uma clínica particular, onde trabalhava, na cidade de Barra, no oeste do estado.

A Polícia Civil apura se o pediatra morto a tiros há dois dias, dentro de um consultório, em Barra, oeste da Bahia, foi assassinado após alertar uma família sobre uma criança atendida por ele, que apresentou sinais de abuso sexual. O caso teria ocorrido no ano de 2016, no município de Buritirama, que fica na mesma região.

Por auxílio de R$ 400, Guedes fala em 'licença para gastar' ou antecipar revisão do teto de gastos - Economia - Estadão Em Pernambuco, Bolsonaro inaugura obra que ainda não pode funcionar Lula defende auxílio de R$ 600 e minimiza estratégia de Bolsonaro: 'Vamos ganhar as eleições'

O delegado titular de Barra, Jenivaldo Rodrigues, responsável pelas investigações do crime, disse que foi informado sobre a situação pelos parentes do pediatra. O irmão dele também falou sobe o caso com a reportagem do g1, na sexta-feira (24). A partir disso, a polícia vai investigar se a morte foi causada por vingança.

Segundo o delegado, na época em que o caso ocorreu em Buritirama, Júlio César não procurou a polícia para prestar queixa sobre possíveis ameaças que teria recebido. Agora, a polícia deve procurar pela família da criança que teria sofrido o abuso há cinco anos. headtopics.com

"Teve essa conversa de que a criança chegou molestada e ele falou que tinha que ir para Irecê [cidade no centro-norte da Bahia], que Irecê que tinha o departamento para investigar, ver direito, né? Mas isso tem um tempo, porque ele como médico tem por obrigação ver uma questão dessa e alertar a mãe e o pessoal para procurar a polícia", disse ao g1 Lula Teixeira, cirurgião-dentista e irmão do médico.

Lula Teixeira contou que a cunhada dele trabalha como enfermeira e atuava em parceria com o marido durante os atendimentos. Ela presenciou o crime, que ocorreu no momento em que Júlio César fazia o atendimento do dia.Além da mulher, dois funcionários e uma criança, que estava acompanhada por responsável, presenciaram o assassinato. A polícia não detalhou se essas testemunhas já prestaram depoimento.

Vídeo mostra correria de clientes no momento que médico é morto dentro de clínica na BADois homens são suspeitos de participação no crime, mas eles ainda não foram identificados pela polícia. Um é o atirador, que invadiu o local, e o outro é o motociclista que levou o atirador ao local em uma moto e prestou fuga no mesmo veículo.

Sem pistas sobre o autor do crime, que estava com um capacete na hora do assassinato, a família pede para que as pessoas que viram o vídeo e tenham identificado o autor procurem a polícia.“A resolução disso aí é um compromisso da sociedade com as pessoas de bem, nesse mundo que a gente vive com tanta violência, tanta falta de amor, banalização da vida. Esse cara destruiu uma família”. headtopics.com

Bolsonaro é “líder e porta-voz” das ‘fake news’ no país, diz relatório final da CPI da Pandemia Pela primeira vez, transplante de rim de porco em ser humano é bem sucedido - Ciência - Estadão Bolsonaro sanciona lei que proíbe eliminação de cães e gatos por órgãos públicos, diz Planalto

Buscas pelo assassinoPolícia tenta localizar suspeitos de envolvimento com o crime — Foto: Reprodução/TV OesteQuem era a vítimaJúlio César atendia em várias cidades da Bahia — Foto: Arquivo PessoalApesar da suspeita de que o crime tenha sido cometido por vingança, o irmão do médico contou ao g1 que não entende o motivo, já que ele era conhecido pela boa relação com todos. "Os colegas estão todos sem acreditar".

"Era um cara que vivia para trabalhar, muito correto, direito. Não se envolvia com malandragens, não era um homem de exageros. Um cara sempre responsável", afirmou Lula Teixeira.O pediatra atendia em pelo menos cinco cidades da região, além do Hospital Roberto Santos, na capital baiana. "Ele sempre foi um cara longe de desavenças, de confusões, sempre foi unanimidade na cidade, sempre foi um cara solícito, profissional, um cidadão que sempre se deu bem com todos", disse o irmão da vítima.

Júlio César tinha dois filhos, de 5 e 8 anos de idade. Ele era o mais novo de três irmãos. Nasceu em Xique-Xique, no norte da Bahia, estudou em Salvador e se formou em medicina na cidade de Maceió, em Alagoas.Júlio César era o irmão mais novo — Foto: Arquivo Pessoal

Conhecido pela generosidadeAmigo de infância, Júlio César virou pediatra das sobrinhas de Carla Valéria — Foto: Arquivo PessoalUma amiga de infância de Júlio César, Carla Valéria, diz que o pediatra era muito conhecido na região de Xique-Xique pela generosidade e cuidado com os pacientes. Entre a família e amigos, ele era chamado carinhosamente de "Bodinho". headtopics.com

Os dois se conheceram no Colégio Osmar Guedes, onde estudaram quando crianças. "Estudamos juntos no ensino fundamental e mantivemos esse vínculo até hoje", se recordou."Nós estudamos no fundamental juntos e ele se tornou o pediatra das minhas duas sobrinhas. A gente tinha uma relação de amizade", disse a mulher, que é coordenadora pedagógica de um instituto educacional de Xique-xique.

"Quando ele passou a cuidar das minhas sobrinhas, eu tive a oportunidade conhecer ainda mais o homem que ele se tornou. Um pessoa admirável e que não era só comigo, era com todos em Xique-xique"."Foi muito cruel, ele é raro, é uma das melhores pessoas que eu já conheci na minha vida. Muito cruel", disse, emocionada.

Cientistas comprovam incêndios em matas que cobriam Antártida há milhões de anos - Sustentabilidade - Estadão STF derruba dispositivo da reforma trabalhista que cobrava honorários de trabalhadores pobres Bolsonaro acusado de crimes contra humanidade é destaque na imprensa estrangeira - BBC News Brasil

Júlio César em encontro com amigos de infância — Foto: Arquivo PessoalCasoO médico pediatra foi morto dentro do consultório que ele prestava atendimento, em uma clínica particular da cidade de Barra, oeste da Bahia. O crime aconteceu na manhã de quinta-feira (23).

Segundo a polícia, o pediatra foi atingido por quatro tiros, um deles na cabeça. Ele chegou a ser socorrido por outros funcionários da clínica e foi levado para um hospital da região, mas não resistiu aos ferimentos.Veja mais notícias do estado no g1 Bahia.

Assista aos vídeos do g1 e TV Bahia 💻 Consulte Mais informação: G1 »

O país que virou 'lixão' de roupas de má qualidade dos países ricos - BBC News Brasil

Todas as semanas, mais de 15 milhões de peças de roupas usadas chegam a Gana, mas apenas parte disso consegue ser reaproveitada.

GO: Tio mata sobrinho com pé de cabra após família ser ameaçada por traficantes - ISTOÉ IndependenteUm homem, de 50 anos, foi preso, na terça-feira (21), suspeito de matar seu sobrinho neto, Marcelo Batista de Almeida, de 27 anos, em Aragoiânia (GO). De acordo com a família, a vítima estava desaparecida desde domingo (19). De acordo com a Polícia Civil, o corpo de Marcelo foi encontrado numa estrada vicinal da região […]

'Eu sei ser milico, não sei ser político', diz Mourão após críticas de BolsonaroO vice afirmou não ter conversado com o ex-capitão sobre a possibilidade de uma chapa nas eleições 2022 'Fui treinado pra matar' versão terceira via. Então o que vc faz como Vice-presidente, um cargo político? É muito falsidade Militares não entende nada de política. Somente de Quartel.

Carles Puigdemont é libertado após protestos de separatistas em BarcelonaO ex-presidente da Catalunha continua sendo processado por Madri por seu papel na tentativa de secessão de 2017

Após ser farol para o mundo, o Brasil virou uma paródia com BolsonaroOpinião | Após ser farol para o mundo, o Brasil virou uma paródia com Bolsonaro Escreve Milton Rondó (MiltonRondo) MiltonRondo ImpeachmentBolsonaroUrgente rpsenador ArthurLira_ LuizFux infelizmente já estamos com quase 600000 vidas de BRASILEIROS perdidas, economia indo de mal a pior, congresso validado a maior pedalada fiscal da historia. ArthurLira_ até quando vai ficar engavetando os pedidos MiltonRondo MiltonRondo Enquanto não estocarmos vento…

Após mais de um ano, Fux retoma audiências públicas sobre 'juiz de garantias'A figura do novo magistrado foi uma das grandes derrotas do ex-ministro Sérgio Moro à frente da pasta da Justiça e Segurança Pública

Mulher tem olho colado após confundir cola com colírio no ESMulher tem olho colado após confundir cola com colírio no ES g1 ES Essa tava das vistas mesmo heim kkkk iviessauro Malditos homens.