Abel vê derrota injusta, admite que Cristiano sentiu estreia e diz que Luiz Henrique é titular do Fluminense

Abel vê derrota injusta, admite que Cristiano sentiu estreia e diz que Luiz Henrique é titular do Fluminense

28/01/2022 06:33:00

Abel vê derrota injusta, admite que Cristiano sentiu estreia e diz que Luiz Henrique é titular do Fluminense

Treinador ainda defendeu o esquema e afirmou que não há quebra de expectativa após revés para o Bangu no primeiro jogo do Carioca

, na noite desta quinta-feira, no Luso-Brasileiro. Na estreia do Campeonato Carioca e de Abel Braga no comando da equipe, time e treinador saíram vaiados pelos torcedores. Com altas expectativas na temporada, o veterano afirmou, em entrevista coletiva, que achou o resultado injusto e falou sobre o que esperar desse time recheado de reforços.

Ainda não é assinante do Cariocão-2022? Acesse, preencha o cadastro e ganhe 5% de desconto com o cupom especial do LANCE!: GE-JK-FF-ZSWReestreia de Abel Braga no comando do Flu foi com derrota (Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC)- Eu não posso cortar a expectativa do torcedor porque não vou cortar a minha. Nós perdemos um jogo, não achei merecido porque nosso primeiro tempo foi realmente ruim, sofremos um gol de uma falha coletiva, mas o segundo tempo não. Contra uma equipe muito forte, muito bem treinada pelo Felipe, com uma dinâmica grande, e nós conseguimos superar apesar do pouco tempo. Não vou dar justificativa por tempo, eles estão treinando mais, começaram em dezembro, a dificuldade foi enorme no jogo. Mas qual a bola que o Bangu chutou no segundo tempo? Nenhuma. Nós merecíamos uma sorte melhor. O torcedor tem que manter, a expectativa é grande não só nele, mas também nos jogadores, em nós da comissão, na direção. Não vai afetar nada daquilo do que pensamos, queremos e vamos conquistar - disse Abel.

Consulte Mais informação: LANCE! »

O veredicto do mercado sobre a privatização da Eletrobras | Radar Econômico

VEJA Mercado em vídeo: Tribunal de Contas da União (TCU) formou maioria para a desestatização da companhia Consulte Mais informação >>

pelo Bangu por 1 a 0 , na noite desta quinta-feira, no Luso-Brasileiro. Na estreia do Campeonato Carioca e de Abel Braga no comando da equipe, time e treinador saíram vaiados pelos torcedores. Com altas expectativas na temporada, o veterano afirmou, em entrevista coletiva, que achou o resultado injusto e falou sobre o que esperar desse time recheado de reforços. Ainda não é assinante do Cariocão-2022? Acesse , preencha o cadastro e ganhe 5% de desconto com o cupom especial do LANCE!: GE-JK-FF-ZSW Reestreia de Abel Braga no comando do Flu foi com derrota (Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC) - Eu não posso cortar a expectativa do torcedor porque não vou cortar a minha. Nós perdemos um jogo, não achei merecido porque nosso primeiro tempo foi realmente ruim, sofremos um gol de uma falha coletiva, mas o segundo tempo não. Contra uma equipe muito forte, muito bem treinada pelo Felipe, com uma dinâmica grande, e nós conseguimos superar apesar do pouco tempo. Não vou dar justificativa por tempo, eles estão treinando mais, começaram em dezembro, a dificuldade foi enorme no jogo. Mas qual a bola que o Bangu chutou no segundo tempo? Nenhuma. Nós merecíamos uma sorte melhor. O torcedor tem que manter, a expectativa é grande não só nele, mas também nos jogadores, em nós da comissão, na direção. Não vai afetar nada daquilo do que pensamos, queremos e vamos conquistar - disse Abel. Com relação aos reforços que estrearam, Abel elogiou quase todos que entraram em campo. Apenas Fábio e David Duarte não ficaram disponíveis nesta noite. O goleiro não chegou a tempo de poder ser inscrito e o zagueiro ficou fora por opção técnica. Para o treinador, porém, o lateral-esquerdo Cristiano sentiu a partida. - Estou muito feliz onde estou, feliz pelos jogadores. O Cristiano sentiu um pouco, o Pineida entrou em uma situação difícil. Não o coloquei na esquerda porque perdi a profundidade. Ele é destro e levaria a bola para dentro, mas nos dá a opção dos dois lados. O Cano a bola chegou pouco. Tivemos o domínio, a posse, as finalizações. Mas a bola que chegou para ele, não estou dando desculpa, mas se ele achou que foi falta, tem que dar o pênalti. O jogador não foi tocado fora da área. Mas a bola chegou com certa dificuldade naquele momento e o Bangu estava marcando bem - analisou. - O Felipe (Melo) foi dentro do que era esperado. Ele passa experiência, passa liderança, com certeza com mais tempo a possibilidade de todos melhorarem é grande. O Nathan fez um bom jogo, é evoluído, tem uma leitura boa de jogo. Fez até um ou outro comentário na parada técnica interessantes. Fiquei surpreso realmente com o segundo tempo do Yago e o jogo todo do André. Defensivamente tivemos uma falha coletiva que resultou no gol. O Willian se movimentou muito bem. O Marcos Felipe não fez uma defesa, mas não conseguimos empatar. Vamos para o próximo jogo com a confiança inabalada - completou. E MAIS: