A polêmica das creches noturnas: 'Tive que sair do trabalho por não ter onde deixar minha filha'

'Creche noturna' aprovada em SP é alternativa para pais, mas contestada #G1

18.2.2020

'Creche noturna' aprovada em SP é alternativa para pais, mas contestada G1

A Câmara Municipal de São Paulo aprovou um projeto de lei que cria as chamadas 'creches noturnas', voltadas para filhos de pessoas que trabalham ou estudam até mais tarde. Por outro lado, especialistas e até uma cidade que já implantou o modelo (e desistiu dele) afirmam que o horário estendido não é bom para as crianças.

Seu marido, que atua na área de tecnologia da informação, também não consegue buscar Alice, pois chega por volta das 20h em casa.Na semana passada, a Câmara Municipal de São Paulo aprovou um projeto de lei que autoriza a Prefeitura a criar mais um turno em creches da cidade — algumas unidades ficariam abertas até as 23h, recebendo crianças cujos pais trabalham até mais tarde. A nova lei, porém, ainda precisa da sanção do prefeito Bruno Covas (PSDB).

Bruna Reche precisou deixar o emprego porque não tinha com quem deixar a filha de três anos — Foto: Arquivo Pessoal"Eu saía às 22h do shopping, mas a aula da Alice acabava às 16h30. Eu precisava pagar uma babá para ficar com ela até meu marido chegar, o que custava R$ 500 por mês. Eu ganhava R$ 1.200. Fiz as contas e vi que não valia a pena. Isso sem contar que eu trabalhava todos os fins de semana. Pedi demissão por não ter onde deixá-la", diz.

A comerciante Maria Aline Macedo, 21, vive situação semelhante com seu filho de dois anos. Ela tem uma loja em Paraisópolis, maior favela de São Paulo, além de estudar à noite. "Meu filho sai às 16h30 da creche. Mas depois eu vou estudar. Preciso deixá-lo com uma babá e com minha mãe", diz.

A cidade de São Paulo tem um déficit de 9.670 vagas em creches para crianças de zero a cinco anos. Essa fila já foi bem maior e diminuiu nos últimos anos, principalmente com a expansão massiva das unidades conveniadas — creches administradas por entidades privadas que recebem dinheiro da Prefeitura para educar crianças. O sistema foi adotado tanto pelo ex-prefeito Fernando Haddad (PT) quanto pelo atual, o tucano Bruno Covas.

Segundo Secretaria Municipal da Educação, o projeto de lei ainda será analisado pelo prefeito, "que pode decidir ou não por sua sanção"."Andando pelos bairros pobres, nós vemos muitas mulheres solteiras que têm filhos e que trabalham no comércio ou estudam à noite. Elas não têm onde deixar as crianças e acabam pagando para outras pessoas, na maioria das vezes sem qualificação. Quais os riscos que essas crianças estão expostas e quais os problemas pedagógicos que elas enfrentam?", questiona.

Porque ela não funcionou, segundo Jorge Luiz Buerger, secretário de Educação de Pomerode. "Primeiro, não tinha demanda. Havia apenas três crianças no período da noite. Do ponto de vista econômico não fazia sentido, pois nós gastávamos muito para manter a unidade funcionando até tarde, com mais funcionários. Preferimos investir o dinheiro em outras melhorias", diz.

"A gente percebeu que não era bom para as crianças. Elas estavam sendo privadas do direito à convivência familiar e comunitária no momento da noite. Também havia sempre a preocupação com a segurança: o diretor da creche, mesmo em casa, precisava ficar sempre alerta", explica Buerger.

"Elas também ficam abertas até às 22h em datas comemorativas, como Dia das Mães ou dos Namorados, quando o comércio na cidade fica aquecido", explica Valdir Paixão, secretário municipal de Educação de Botucatu.Para Cláudia Costin, diretora do Centro de Excelência e Inovação em Políticas Educacionais da Fundação Getulio Vargas, as creches noturnas não são uma solução para o problema, pois elas atendem às demandas dos pais, não das crianças.

Anna Maria Chiesa, consultora técnica da Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal, concorda que o sono e o bem-estar da criança devem ser prioridade para o poder público. "Como fica o sono de uma criança em uma creche que funciona até tarde? Nessa idade, ela precisa dormir 11 horas por noite, e mais alguns cochilos durante o dia", diz.

"Em alguns países, como a Suécia, o pai e a mãe têm direito ao mesmo tempo de licença, de maneira alternada. Isso ajuda o pai a também criar vínculos com a criança", afirma.Já Chiesa aponta uma consciência maior da corresponsabilidade pela educação das crianças — e ela não viria apenas dos pais, mas também do restante da família, do Estado e até das empresas. "Há empregadores que já se conscientizaram e trocam mães para horários melhores, aumentam o home office, ampliam o tempo de retirada de leite e até dão mais tempo de licença-paternidade", diz.

Investimento do governo federal em creches e pré-escolas em 2019 foi o menor em dez anos

Consulte Mais informação: G1

Não vejo motivo para contestar, a criação é resp dos pais, ainda sim a criança vai ficar de dia com eles Excelente Tem gente que trabalha à noite Contestada por quem tem opção ? Será interessante a questão à partir da ótica de quem não tem opção. E não falemos de falta de planejamento familiar, que não poderiam ter filhos, que ..... o problema aí está e a necessidade de quem a tem também.

Agora as mães adolescentes poderão curtir o pancadão na madrugada sabendo que o estado está com suas crianças. Antes de colocar no mundo pensa, dia e noite na creche? É uma aberração e um claro ataque a infância. Teve filho? Ao menos tenha a decência de passar a noite com ele. Esse pessoal acha que criança é PET, depois ainda reclamam desse outdoor.

A polêmica das creches noturnas: 'Tive que sair do trabalho por não ter onde deixar minha filha'Na semana passada, a Câmara Municipal de São Paulo aprovou um projeto de lei que autoriza a Prefeitura a criar mais um turno em creches da cidade; nova lei precisa de sanção de Bruno Covas Por Leandro Machado Eu acho uma barbaridade bebês e crianças menores de 6 anos serem depositadas em creches. Esses creches não educam. Até os 6 anos as crianças devem ser educadas exclusivamente pelos pais Vai ter matéria da greve dos petroleiros

A polêmica das creches noturnas: 'Tive que sair do trabalho por não ter onde deixar minha filha'A Câmara Municipal de São Paulo aprovou um projeto de lei que cria as chamadas 'creches noturnas', voltadas para filhos de pessoas que trabalham ou estudam até mais tarde. Por outro lado, especialistas e até uma cidade que já implantou o modelo (e desistiu dele) afirmam que o horário estendido não é bom para as crianças. Creche noturna é uma aberração e desrespeito com a infância. De que adianta ter filhos se não tem tempo? Esse pessoal pensa que filho é pet... 😪😴💤🛌🛏😫 Não deve. Creche noturna é uma aberração e um desrespeito com a criança, os pais que devem adaptar o horário para poder trabalhar e estar com a criança no período noturno, criança não é pet.

A polêmica das creches noturnas: 'Tive que sair do trabalho por não ter onde deixar minha filha'A Câmara Municipal de São Paulo aprovou um projeto de lei que cria as chamadas 'creches noturnas', voltadas para filhos de pessoas que trabalham ou estudam até mais tarde. Por outro lado, especialistas e até uma cidade que já implantou o modelo (e desistiu dele) afirmam que o horário estendido não é bom para as crianças. Creche noturna é uma aberração e desrespeito com a infância. De que adianta ter filhos se não tem tempo? Esse pessoal pensa que filho é pet... 😪😴💤🛌🛏😫 Não deve. Creche noturna é uma aberração e um desrespeito com a criança, os pais que devem adaptar o horário para poder trabalhar e estar com a criança no período noturno, criança não é pet.

A polêmica das creches noturnas: 'Tive que sair do trabalho por não ter onde deixar minha filha'Na semana passada, a Câmara Municipal de São Paulo aprovou um projeto de lei que autoriza a Prefeitura a criar mais um turno em creches da cidade; nova lei precisa de sanção de Bruno Covas Por Leandro Machado Eu acho uma barbaridade bebês e crianças menores de 6 anos serem depositadas em creches. Esses creches não educam. Até os 6 anos as crianças devem ser educadas exclusivamente pelos pais Vai ter matéria da greve dos petroleiros

Filas do INSS: Justiça dá 90 dias para órgão zerar os pedidos atrasadosLiminar prevê multa de R$ 20 mil por dia se órgão não reforçar mão de obra; Deve sair esta semana a MP da força tarefa para destravar 1,3 milhão de pedidos Que não será obedecido! Óbvio... O PT teve 16 anos pra fazer isso, não fez ... aí vem a “ justiça “ e quer que o presidente resolva em 90 DIAS? Que matemática é essa? Enquanto esse tipo de serviço for prestado por servidores o Brasil sofrerá.

Guia de habilidades sociais para adultosQuem não aprendeu habilidades sociais de pequeno, pode fazê-lo quando adulto. Aqui estão cinco ferramentas que são um bom ponto de partida para melhorar em casa, no trabalho e até no bar Cadê as dicas. Eu, tímida, tenho tenho mais tips que esses profissionais?



Polícia prende mulher que usava maconha para produzir ovos de chocolate e brigadeiro em Maceió

Presidente do Twitter anuncia doação de US$ 1 bilhão para combate do coronavírus

Ministério da Saúde mantém proibição de doação de sangue por gays, apesar de estoques baixos por coronavírus

Unicamp usa reagentes nacionais e desenvolve teste de coronavírus mais barato

Juiz federal bloqueia dinheiro dos fundos partidário e eleitoral e manda usar contra coronavírus

Marília Mendonça faz live no YouTube com sofrência sertaneja durante quarentena

Marcela é eliminada do 'BBB20' com 49,76% dos votos

Escrever Comentário

Thank you for your comment.
Please try again later.

Últimas Notícias

Notícia

17 fevereiro 2020, segunda-feira Notícia

Notícias anteriores

Bolsonaro repete ofensas feitas por depoente a jornalista; entidades repudiam os ataques

Próxima notícia

Bolsonaro pode sofrer impeachment por xingar repórter, diz Miguel Reale Jr