'A gente não quer romper o teto de gastos de forma nenhuma', diz secretário do Tesouro - Economia - Estadão

@EstadaoEconomia 'A gente não quer romper o teto de gastos de forma nenhuma', diz secretário do Tesouro

07/08/2020 09:30:00

EstadaoEconomia 'A gente não quer romper o teto de gastos de forma nenhuma', diz secretário do Tesouro

O mecanismo, aprovado no governo do ex-presidente Michel Temer e com validade por 20 anos, proíbe que as despesas cresçam em ritmo superior à inflação

) acompanha os gastos do governo durante a pandemia e alertou, na quarta-feira, 5, que não vai permitir manobras contábeis com folgas dos créditos extraordinários para abrir espaço no teto do gasto - a regra que impede o crescimento das despesas acima da inflação.

Egito anuncia a descoberta de 14 sarcófagos com cerca de 2,5 mil anos em Saqqara Pedagoga leva soco durante abordagem policial em Macapá; PM foi afastado Fumaça das queimadas se estende por mais de 4 mil quilômetros e atinge países vizinhos

O ministro citou o liberalismo defendido por Vargas Llosa para dizer que a agenda liberal do governo deJair Bolsonaronão foi alterada pela crise. “Não quero entrar profundamente na guerra cultural, prefiro falar de economia. O presidente Bolsonaro nos dá o suporte para seguirmos com as privatizações e o programa de reformas. Perdemos um ano fiscal, mas preservamos vidas e o Brasil irá surpreender o mundo novamente".

Auxílio emergencialFunchal disse que o governo precisa decidir ainda em agosto sobre necessidade de prorrogação do auxílio emergencial e eventuais novas parcelas terão o mesmo valor de R$ 600 das cinco já anunciadas. “Se a atividade econômica retornar ao normal, próxima do que era no começo do ano, não teria porque renovar auxílio emergencial. Mas a decisão de renovar auxílio emergencial é decisão política”, afirmou.

Segundo o secretário, se houver uma nova extensão do auxílio, a necessidade será menor do que a verificada em março. Ou seja, os valores podem ser menores. O Estadão apurou com fontes da equipe econômica que o valor que está sendo discutido é de R$ 200.

Funchal disse que o governo está debatendo a prorrogação do auxílio junto com a qualidade e a eficiência dos programas de transferência de renda. Segundo Guedes, o Renda Brasil (programa pensado para substituir o Bolsa Família) pode atingir até 6 milhões a mais de pessoas que as 20 milhões que são beneficiárias hoje do programa criado na gestão petista.

“Discutimos o redesenho de política de transferência de renda. Queremos melhorar a qualidade do gasto, sem comprometer o teto. Veremos quais programas merecem continuar e ter o seu valor elevado, e quais programas não devem continuar. Mas a decisão final será do Congresso”, disse o ministro.

Consulte Mais informação: Estadão »

Servidor público cria fase no ‘Super Mario World’ para pedir namorada em casamento em Cuiabá; veja vídeo

Casal gamer é fã do Super Mario e pedido foi feito no dia em que completou 2 anos de namoro. Namorada jogou fase achando que era um nível difícil criado pelo namorado.

Economia Só querem torrar as reservas e vender as empresas públicas. Amém.

TCU recomenda que governo não use créditos extras da pandemia para burlar teto de gastos - Economia - EstadãoÓrgão disse que o Ministério da Economia não pode se valer do coronavírus para modificar o Orçamento e destinar recursos para outros setores não-essenciais Economia ora... tcu.... primeiro acusam o gov. de não ajudar na pandemia... depois acusam o gov. de ajudar demais na pandemia. nunca abriram o bico enquanto o pt roubava descaradamente o país durante 16 anos...

Servidor público pode acumular pensão com aposentadoria, desde que não ultrapasse teto, decide STF - Economia - EstadãoAtualmente, teto do funcionalismo público é de R$ 39,2 mil, valor equivalente a um salário de ministro do STF; decisão passou com 7 votos a 3 Economia Se inscreva no meu canal do YouTube e ative o sininho de notificações! Sou conservador e apoiador do governo Bolsonaro! Segue o link: Economia Em 1, 2, 3, vai vir um bolsolixo aqui dizer q a culpa é dos professores... esquecendo dos arrombados militares! Economia Ai ai ... o teto constituicional de salário parece essa placa

Salles recua da tentativa de alterar meta de redução de desmatamento e queimadas, diz Economia - Sustentabilidade - EstadãoPasta comandada por Ricardo Salles queria trocar este objetivo pela garantia de preservação de apenas uma área específica Bom. Ele recuou nada. RECUARAM ELE, ISSO SIM. ForaSalles como pode termos um ministro de MEIO AMBIENTE que só pensa em acabar com o mesmo? 🤦🏻‍♀️

Greenpeace Internacional acusa JBS de não cumprir promessas de combate ao desmatamento na Amazônia - Economia - EstadãoONG afirma que a companhia brasileira e outros frigoríficos descumprem compromissos de não comprar de fornecedores de carne proveniente de áreas desmatadas; no Reino Unido, organização cobra que rede de supermercados deixe de comercializar produtos dessas empresas Economia Boi e soja são pragas que só enriquecem grileiros e milicianos, destroem a natureza, e expulsam o povo da terra. Economia Lá vem de novo encher o saco do bolsonaro!

Guedes promete fazer 'redução drástica de gastos' em 2021 - Economia - EstadãoMinistro afirmou que o País gastou 10% do PIB este ano em programas de combate à pandemia de covid-19, mas que vai retomar a trajetória fiscal Economia KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK Economia Guedes realmente vive em uma 'bolha'. Economia todo dia uma promessa diferente pra ver se gera espectativa kkkk

A defesa estrelada e as malas misteriosas de secretário de SP | VEJA GenteUm dos maiores criminalistas do país, Pierpaolo Bottini vai cuidar do caso do agora ex-secretário de São Paulo Advogado faz a defesa técnica .. A Veja adora criminalizar advogados não amiguinhos... Dono do banco é da Veja não aprende. Não sei o que seria mais adequado: (1)triplicar a pena de prisão(sem recurso ao STF)em caso de desvios de dinheiro que deveriam ser alocados na saude, em epoca de pandemia ou(2)cortar as verbas Federais para o Estado até que o MP/PF recupere todo dinheiro de volta pra a União.